Achei Sudoeste

BUSCA PELA CATEGORIA "Brasil"

22 Fev 2020 - 12:40h

O ministro Ives Gandra Martins Filho, do Tribunal Superior do Trabalho (TST), informou nesta sexta-feira (21) que a Petrobras e os trabalhadores chegaram a um acordo para pôr fim à greve da categoria. De acordo com o G1, nesta quinta (20), a greve completou 20 dias e foi suspensa para que fosse realizada audiência de conciliação.  Ives Gandra deu as informações após mediar uma audiência de conciliação entre a empresa e os trabalhadores, em Brasília. “Conseguimos resolver a questão da tabela de turnos, conseguimos resolver também, de certa forma, a questão de dias parados e a questão das multas e agora ficou para quinta-feira que vem uma mesa de negociação em relação a questão da Ansa”, disse o ministro. A paralisação da categoria começou em 1º de fevereiro. Os trabalhadores da Petrobras pedem a suspensão das demissões na Ansa. Segundo a Federação Única dos Petroleiros (FUP), as demissões afetaram mais de mil famílias. A Petrobras já anunciou a “hibernação” da fábrica, isto é, a interrupção da produção no local. De acordo com a estatal, a fábrica tem apresentado recorrentes prejuízos desde que foi adquirida, em 2013.

22 Fev 2020 - 12:35h

O Ceará registrou, pelo menos, mais 22 homicídios entre a tarde de sexta-feira (21) e a manhã deste sábado (22), em meio à paralisação de policiais no estado. Com isso, sobe para 73, no mínimo, o número total de assassinatos contabilizados no estado durante o motim dos agentes de segurança, que teve início na terça-feira (18). Neste quinto dia de movimento, batalhões em Fortaleza, na região metropolitana e no interior permanecem fechados e com PMs amotinados. Desde terça-feira, homens encapuzados que se identificam como agentes de segurança do Ceará invadiram quarteis e depredaram e esvaziaram pneus de veículos da polícia. Policiais militares reivindicam aumento salarial acima do proposto pelo governador Camilo Santana. Os assassinatos ocorridos entre a tarde de sexta-feira e a madrugada de sábado foram levantados pelo G1 em três delegacias do estado, junto a policiais nos locais dos crimes, e a partir de fontes da polícia. Dos 22 homicídios contabilizados, 15 aconteceram em Fortaleza e região metropolitana, e sete no interior. Os números mais recentes da Secretaria da Segurança do Ceará (SSPDS) se referem ao período entre 6h de quarta-feira (19) e 6h de sexta-feira (20), e apontam 51 homicídios. O balanço atualizado ainda não foi divulgado pelo órgão. A onda de violência continua apesar dos reforços na segurança com a presença de 2,5 mil soldados do Exército Brasileiro, dentro da Operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) decretada pelo presidente Jair Bolsonaro para o Ceará, além de 150 agentes da Força Nacional que já estão no estado para conter a crise na segurança pública após o motim de parte dos policiais militares.

21 Fev 2020 - 08:45h

As agências bancárias ficarão fechadas durante o carnaval, segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban). Não haverá atendimento na segunda (24) nem na terça-feira (25). Quem precisar de atendimento presencial só vai encontrar portas abertas a partir das 12h da quarta-feira de Cinzas. As exceções serão as agências que normalmente fecham antes das 15h: para garantir um mínimo de três horas de funcionamento na quarta, elas abrirão mais cedo neste dia. A Febraban lembra que as contas de consumo (água, energia, telefone etc.) e carnês com vencimento em 24 ou 25 de fevereiro poderão ser pagos, sem acréscimo, na quarta-feira (26). Normalmente, os tributos já vêm com datas ajustadas ao calendário de feriados nacionais, estaduais e municipais. Caso isso não tenha ocorrido no documento de arrecadação, a sugestão é antecipar o pagamento ou, no caso dos títulos que têm código de barras, agendar o pagamento nos caixas eletrônicos, internet banking e pelo atendimento telefônico dos bancos. Nos dias em que não houver expediente bancário, a entidade orienta os clientes a utilizarem os canais digitais, como sites e aplicativo dos bancos, para a realização de transferências e pagamento de contas. Os boletos bancários de clientes cadastrados como sacados eletrônicos poderão ser pagos via Débito Direto Autorizado (DDA).

20 Fev 2020 - 12:00h

Morreu na quarta-feira (19), aos 83 anos, em decorrência de uma broncopneumonia, o cineasta paulistano José Mojica Marins, que ficou conhecido em todo o país pelo personagem Zé do Caixão. A informação foi confirmada pela família. Morreu nesta quarta-feira (19) o cineasta José Mojica Marins, ao 83 anos. Conhecido por Zé do Caixão, devido ao seu personagem mais famoso, cineasta estava internado no Hospital Sancta Maggiore devido a uma broncopneumonia. A informação foi confirmada à Folha pela sua filha, Liz Marins. José é considerado como um dos "mestres" do terror mundial e foi um dos nomes da pornochanchada brasileira.

19 Fev 2020 - 11:30h

A polícia prendeu nesta terça-feira (18) um professor de um colégio de elite na Zona Oeste de São Paulo acusado de produzir e armazenar pornografia infantil. Ele teria captado imagens das genitálias de meninas menores de idade em sala de aula, vestindo a saia do uniforme escolar, por meio de câmeras camufladas em caixas de medicamento. Segundo os investigadores, o professor de história e de teatro foi autuado em flagrante em sua casa. Ele leciona há 20 anos. A polícia ainda investiga se há indícios de outros crimes, como compartilhamento de pornografia infantil ou estupro de vulnerável. De acordo com o G1, os vídeos e fotos eram armazenados em um notebook, HDs externos, pen drives e na câmera utilizada para as filmagens. Preso em casa, o suspeito informou que as gravações foram feitas no colégio e indicou a sala de aula onde lecionava, onde foi encontrada uma parte do material usado para a produção e armazenamento das imagens. Segundo a polícia, os diretores do colégio acompanharam a busca na sala de aula, que seria de uso exclusivo do professor detido. De acordo com a delegada que cumpriu o mandado de busca e apreensão na casa do professor, ele chegou a pegar uma tesoura quando viu a polícia. Ele confessou que era doente e que tinha muito material na escola, ainda segundo a responsável pelo caso.

19 Fev 2020 - 09:30h

A 6ª fase da Operação Luz na Infância, deflagrada na terça-feira (18) para identificar autores de crimes de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes, contabiliza 38 prisões. São 94 mandados de busca sendo cumpridos por 579 agentes em 12 estados. Outros 18 mandados estão sendo cumpridos em quatro países: Colômbia, Estados Unidos, Paraguai e Panamá. No Brasil, 14 prisões em flagrante foram feitas em São Paulo; nove em Santa Catarina; seis no Paraná; quatro em Mato Grosso do Sul; duas no Ceará e uma em cada um dos estados de Mato Grosso, Goiás e Rio Grande do Sul. De acordo com o coordenador do Laboratório de Operações Cibernéticas da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça, Alessandro Barreto, o perfil dos criminosos abrange “pessoas acima de qualquer suspeita”, das “mais diversas classes sociais” e com idade que vai dos 17 a mais de 80 anos. Segundo ele, é muito comum a ocorrência de pessoas reincidentes nessa prática criminosa. “Um dos presos de hoje já tinha, inclusive, mandado de prisão por abuso e exploração sexual”. Ele disse também ser comum encontrar pessoas que produzem esse tipo de conteúdo. “Em todas as fases [da Operação Luz da Infância] conseguimos prender abusadores e produtores. Nessa fase não será diferente. Certamente terá produtores e, nesse caso, a pena é ainda mais severa”, informou.

18 Fev 2020 - 10:30h

Criminosos invadiram o prédio da Escola Superior de Advocacia (ESA), da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em Cuiabá, e tentaram incendiar processos que estavam no local. O ataque ocorreu na madrugada de domingo (16) na região do Centro Político Administrativo. Ninguém ficou ferido e nenhum suspeito foi preso até esta segunda-feira (17). Segundo o presidente da OAB, Leonardo Campos, as medidas de segurança frustraram a intenção dos criminosos. De acordo com o G1, os suspeitos invadiram o prédio da ESA, amontoaram os processos do Tribunal de Ética e Disciplina (TED) e jogaram gasolina. A ação foi interrompida por uma equipe de segurança e os criminosos fugiram sem conseguir queimar nenhum arquivo. Os processos são do Tribunal que investiga conduta de advogados. Ainda conforme a OAB-MT, a Polícia Federal de Mato Grosso foi comunicada. Uma perícia foi feita no local.

18 Fev 2020 - 08:30h

O número de casos suspeitos de infecção por coronavírus no Brasil baixou para três, informou o Ministério da Saúde. Divulgado, o balanço mais recente da pasta afirma que há dois pacientes sendo monitorados em São Paulo e um no Rio Grande do Sul. O número de suspeitas descartadas subiu para 45. De sexta (14) para sábado (15), um caso no Paraná e outro no Rio Grande do Sul foram descartados. E um caso começou a ser investigado em São Paulo, resultando no total de três suspeitas em todo o país. De acordo com a Veja, o Ministério da Saúde informou que não pretende reduzir as ações de combate ao coronavírus até o inverno, quando aumentam os casos de doenças respiratórias. A doença provocada pelo coronavírus provoca febre e problemas respiratórios. Até este domingo, foram confirmados 50.580 casos em todo o planeta.

14 Fev 2020 - 17:30h

O volume do setor de serviços fechou 2019 com uma alta de 1%. Essa é a primeira alta do setor desde 2014, já que os serviços tiveram quedas consecutivas entre 2015 e 2017 (acumulando perda de 11%) e fecharam com estabilidade em 2018. A receita nominal teve crescimento de 4,5%. Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada hoje (13) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). “Essa alta é importante, mas ainda está longe de alcançar o melhor resultado no setor de serviços”, avalia o gerente da pesquisa, Rodrigo Lobo. Os principais responsáveis pelo crescimento foram os serviços de informática e comunicação, que tiveram avanço de 3,3%, puxado pelo bom desempenho das atividades de portais, provedores de conteúdo e ferramentas de busca na internet, pelo desenvolvimento e licenciamento de softwares e pela consultoria em tecnologia da informação. O segmento de outros serviços teve a maior alta (5,8%) e o segundo principal impacto no setor de serviços como um todo, puxado pelas atividades de corretoras de títulos e valores mobiliários. Também tiveram alta os serviços prestados à família (2,6%) e os serviços profissionais, administrativos e complementares (0,7%). O único segmento com queda foi o de serviços de transportes, auxiliares de transporte e correios (-2,5%).

14 Fev 2020 - 15:30h

A população carcerária brasileira triplicou desde o ano 2000 e atingiu 773.151 pessoas no primeiro semestre de 2019. Os dados inéditos, a que Revista Veja teve acesso, serão divulgados nesta sexta-feira pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen), ligado ao ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro. No ano 2000, o primeiro da série histórica do novo levantamento do Depen, havia 232.755 presos em todo o país, embora o número de vagas existentes nas carceragens fosse de apenas 135.710. Até junho do ano passado, eram pouco mais de 461.000 vagas para abrigar os quase 800.000 detentos – as informações levam em conta presos em diversos regimes de cumprimento de pena e incluem até acusados contra os quais foram impostas medidas de segurança, como o autor da facada contra o então candidato Jair Bolsonaro, Adélio Bispo, nas eleições de 2018. A taxa de aprisionamento, índice que mede a quantidade de pessoas presas a cada grupo de 100.000 habitantes, saltou de 61 em 1990 para 367,91 no primeiro semestre de 2019. A cifra também é a maior da série histórica. “Não há muitos presos. A questão é o que você faz com o preso, e não a quantidade deles. O Brasil historicamente não fez muito bem o que deveria ter feito com os presos, que é coloca-los para trabalhar, tirar a ociosidade e construir vagas nas cadeias”, disse a VEJA o diretor-geral do Depen, Fabiano Bordignon. “O Brasil sempre foi muito negligente na criação de vagas para colocar o preso. [Os governos] Não fazem e por isso está igual o Rio de Janeiro agora”, afirmou.

14 Fev 2020 - 10:30h

O ex-governador do Rio Luiz Fernando Pezão, que é réu na Operação Lava Jato no Rio de Janeiro e livre da prisão há pouco mais de dois meses, foi flagrado fora de casa. No último domingo (9), ele se reuniu com amigos no Rei do Torresmo, um de seus bares preferidos na cidade de Piraí, interior do Rio de Janeiro, segundo a coluna da Bela Megale, no O Globo. Pezão passou mais de um ano preso, e só tinha sido visto circulando raramente e sempre em companhia de familiares. Apesar de usar tornozeleira eletrônica, ela não estava à mostra. Segundo presentes, Pezão usou uma calça para esconder o aparelho. Amigos relataram que depois de comer torresmo e beber cerveja, o ex-governador seguiu para outro destino para participar de um carteado. O ex-governador é acusado de integrar esquema de corrupção liderado pelo também ex-governador Sérgio Cabral, colega de MDB, de quem foi vice-governador.

13 Fev 2020 - 17:30h

É possível resumir que há dois tipos de propagadores de fake news na internet: militantes políticos empenhados em atacar a reputação dos adversários de seus candidatos e empresas ou indivíduos que fabricam notícias falsas com o intuito de ganhar dinheiro por meio de anúncios ou de soluções para problemas embusteiros (sobretudo vindos do Google AdSense, ferramente de publicidade do Google). No meio disso há o público deste tipo de conteúdo, vítima da desinformação e que, em muitas das vezes, é incapaz de reconhecer a falácia. É o que mostra uma pesquisa divulgada nesta quinta-feira (13) pela empresa de cibersegurança Kaspersky, que se aprofundou em entender como a America Latina lida com as fake news. Em média, 70% dos latino-americanos não sabem identificar ou não têm certeza se conseguem diferenciar se uma notícia na internet é falsa ou verdadeira. Por nacionalidade, os cidadãos que menos conseguem reconhecer notícias falsas são os peruanos (79%), seguidos pelos colombianos (73%) e chilenos (70%). Mais atrás estão os argentinos e mexicanos, com 66%, e então os brasileiros (62%). A pesquisa também mostrou que 16% dos entrevistados desconhecem completamente o termo “fake news”, um aspecto em que os peruanos também se destacam, com 47% dos indivíduos alegando que não sabem o que a palavra significa. Por outro lado, os brasileiros são os mais familiarizados com o termo, visto que apenas 2% desconhecem a expressão. De acordo com a Veja, ainda de acordo com a pesquisa, apenas 2% dos latino-americanos consideram as notícias falsas inofensivas, enquanto a grande maioria as classifica como perigosas e eventualmente danosas. E ainda: 72% dos entrevistados acreditam que as fake news viralizam para que alguém receba algo em troca ou para causar dano a algo/alguém. Mesmo tendo essa percepção negativa, o ponto positivo é que quase metade dos brasileiros (42%) ocasionalmente questiona o que lê na web.

11 Fev 2020 - 17:30h

O governo federal quer usar os recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), apontado como o principal mecanismo de financiamento do setor, para botar em prática um plano de privatização de creches. A ideia é fruto do levantamento que indica a existência de 830 creches inacabadas e 247 paralisadas em todo o Brasil. Segundo o blog Painel, da Folha de S. Paulo, o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) começou a trabalhar com projetos-piloto, o primeiro deles em Teresina, no Piauí. De acordo com a publicação, o contrato com o investidor privado poderia ser de até 35 anos. À coluna, o prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), disse que as empresas vão fazer o investimento inicial, seja de construir ou concluir a obra, e depois vão cobrar uma taxa de retorno. "A gente vai pagar a elas a taxa de manutenção para o dia a dia da creche. A ideia é usar o Fundeb para isso. Fizemos três reuniões com o PPi nesse sentido", esclareceu. Como a lei que criou o Fundeb expira este ano, um novo modelo está em discussão no Congresso Nacional.

11 Fev 2020 - 16:30h

O temporal que provocou estragos no início desta semana no estado de São Paulo deixou quatro pessoas mortas. Os casos foram registrados entre segunda (10) e terça-feira (11), na região de Bauru (SP). Os bombeiros encontraram os corpos de duas mulheres em Vitoriana, distrito de Botucatu (SP), nesta manhã. As vítimas ainda não foram identificadas, mas a suspeita é de que sejam de duas mulheres que estavam com um homem, todos da mesma família, em um carro arrastado por um rio que transbordou. Os corpos foram encontrados a 150 metros do veículo. O homem continua desaparecido. De acordo com o G1, outra morte foi registrada na madrugada desta terça-feira, quando um caminhão e um carro caíram em uma cratera que se abriu na Rodovia Leonor Mendes de Barros (SP-333), em Júlio Mesquita (SP). O motorista do carro, que pertence à concessionária que administra a rodovia, foi encontrado morto. A quarta vítima também foi um motorista que caiu com um caminhão em outra cratera, está aberta na Rodovia Marechal Rondon (SP-300), em Botucatu. O caminhão com o motorista foi sugado com a força da água para o buraco e desapareceu, sendo encontrado horas depois a mais de 1 quilômetro de distância.

11 Fev 2020 - 11:30h

O ex-presidente Lula rejeitou neste fim de semana, durante participação no Festival PT 40 anos, que celebra o aniversário da sigla, os pedidos de autocrítica feitos ao partido durante os últimos anos. Ele aproveitou ainda para defender que o maior dos crimes cometidos foi permitir a escalada social da camada mais pobre da população brasileira e a criticar a forma com que caminha o mercado de trabalho, atacando a 'uberização' do emprego. No evento de celebração aos 40 anos da legenda, o petista subiu ao palco ao lado do ex-presidente uruguaio 'Pepe' Mujica, que também foi muito bem recebido pelos cerca de 5.500 militantes presentes. O discurso de Lula voltou a tratar os pedidos de autocrítica feitos ao partido. Ele reconheceu que o PT já errou, mas disse que “o maior dos crimes foi permitir que o pobre pudesse subir um degrau na escala social”. O petista questionou também as novas relações de trabalho, que passaram a ser mediadas pela tecnologia, e defendeu que hoje um universitário tem menos esperança e tranquilidade de conseguir um emprego do que ele quando tirou seu diploma de torneiro mecânico. “A verdade é que estas pessoas estão regredindo nas conquistas que imaginavam ter. Trabalho por aplicativo é o ser humano sendo tratado da forma mais canalha possível, em nome de uma palavra chamada empreendedorismo individual ou flexibilização. O nome é sofisticado, importante, porque as pessoas têm orgulho de dizer. Você não vai ter mais emprego e vai ser chamado de microempreendedor “, criticou o petista. Para Lula, a 'uberização' ou 'pejotização' do trabalho, isto é, a redução dos empregos com carteira assinada, representam nada mais do que um retrocesso social, maquiado com termos bonitos e a ideia de ter mais liberdade. Segundo o ex-presidente, isso é apenas uma forma de caminhar rumo ao fim da CLT diminuindo a resistência dos trabalhadores.

08 Fev 2020 - 07:40h

O padrasto de uma adolescente de 14 anos foi preso suspeito de prática de estupro de vulnerável em São Félix do Xingu, no sudeste do Pará. Segundo relato da vítima à Polícia, os abusos começaram quando ela tinha 12 anos e ocorriam em “rituais espíritas sexuais”. A vítima foi encaminhada para exames periciais que confirmaram a violência e gravidez. O caso foi registrado pela Superintendência Regional do Alto Xingu. De acordo com o boletim de ocorrência, a denúncia foi feita a partir de relatos do Conselho Tutelar do município. A adolescente e testemunhas foram ouvidas no inquérito policial. A mãe confirmou os crimes e, segundo a Polícia, foi conivente com os abusos. O padrasto foi preso temporariamente na última quinta (6). Na casa dele, no bairro central da cidade, ainda moram outras cinco pessoas menores de 18 anos de idade, segundo a Polícia. As informações são do G1.

07 Fev 2020 - 15:30h

A jovem Karina Souto Rocha, de 29 anos, foi baleada pelo ex-namorado, Baltazar Augusto de Menezes, de 58 anos, no último sábado (1º). O crime aconteceu em Nova Xavantina, cidade a 650 quilômetros de Cuiabá, Mato Grosso. O ex-companheiro fez cinco disparos: três contra a jovem, um em direção ao chão e outro contra a própria cabeça, causando sua morte imediata. Por conta do ataque, Karina acabou sendo internada no Hospital Municipal de Barra do Garças. Uma das balas acertou o rosto de Karina, causando uma lesão muito grave. A morte cerebral foi constatada pela equipe médica e, na segunda-feira (3), houve uma liberação da família para que os aparelhos fossem desligados. Entretanto, o pedreiro José Rocha Cardoso, de 56 anos, que é pai da paciente, apelou para a fé. Ele fez orações, pedindo a Deus que a jovem ficasse viva. As informações são do jornal O Livre. “Eu estava lá fora. Tinha falado: Deus, entra lá e reage a minha filha, em nome do nosso senhor Jesus Cristo”, contou. Uma enfermeira entrou no quarto onde Karina estava e viu a paciente mexer a mão. Diante disso, os aparelhos não foram desligados e a jovem foi levada de volta para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde permanece internada. José disse que o quadro ainda é grave, mas ele segue confiante na recuperação da filha. “O que Deus fez, ele não voltar atrás para desmanchar. Ela estava já sem vida, o médico falou que ela ressuscitou”, relatou.

07 Fev 2020 - 09:30h

O Departamento de Polícia Legislativa da Câmara alertou nos gabinetes que vários parlamentares já foram alvos de tentativas de estelionato, envolvendo falsos convites para festas e outros eventos. É algo que tem acontecido também nos escritórios dos deputados nos estados, não só no de Brasília. “Sob diferentes pretexto, os fraudadores solicitam às vítimas que cliquem em links maliciosos ou forneçam códigos enviados a seus celulares, a partir dos quais buscam ter acesso à conts de whatsapp vinculada ao aparelho e passam a solicitar transferências bancárias à lista de contatos em nome da vítima”, diz o alerta do Depol enviado aos gabinetes. O ex-deputado Alberto Fraga, do Distrito Federal, foi vítima de algo parecido. A polícia da Câmara orienta que não seja realizada qualquer transação bancária e que ninguém clique em links recebidos via mensagens de texto. E nem forneçam a terceiros códigos recebidos no celular. De acordo coma  Veja, a dica para evitar a fraude é que, em seu WhatsApp, a pessoa habilite a opção de “verificação em duas etapas” na configurações do aplicativo.

06 Fev 2020 - 16:30h

Uma operação da Polícia Civil, deflagrada nesta quinta-feira (6), desarticulou um esquema que fraudou, pelo menos, R$ 1,1 milhão em contas bancárias do Distrito Federal. A força-tarefa cumpriu 50 mandados judiciais no Distrito Federal e em cinco estados, dentre eles a Bahia. Para isso, segundo o delegado Giancarlos Zuliani, da Delegacia de Repressão a Crimes Cibernéticos (DRCC-DF), os criminosos usavam um recurso que fazia aparecer no identificador de chamada o número do telefone oficial de um banco do Distrito Federal. O nome da instituição não foi informado. A operação foi batizada de "XCoderX" – em referência ao método adotado pelos suspeitos. Ao todo, foram cumpridos 50 mandados judiciais, entre ordens de prisão, busca e apreensão e sequestro de bens. De acordo com o G1, o número total de detidos e as cidades onde houve as prisões não haviam sido divulgados até a última atualização desta reportagem.

05 Fev 2020 - 09:30h

Com o maior número de prefeitas (128) e vereadoras (1.101) país afora, o MDB vai fechar nesta semana o planejamento para as eleições de outubro. De acordo com a Coluna Radar da Revista Veja, a presidente do MDB Mulher, a ex-deputada Fátima Pelaes e as demais integrantes da executiva terão reunião com Baleia Rossi, o presidente nacional do partido, para definir as prioridades nesta quarta. A meta é ampliar em 20% o número de vereadoras e prefeitas.