Achei Sudoeste

BUSCA PELA CATEGORIA "Saúde"

02 Ago 2018 - 17:30h

Problemas de infraestrutura, condições de higiene precárias e falta de equipamentos básicos são algumas das fragilidades identificadas por conselhos regionais de medicina em estabelecimentos da rede pública de todo o país. O balanço inédito - feito pelos conselhos regionais de medicina e divulgado hoje (2),  em Brasília, pelo Conselho Federal de Medicina - corresponde a visitas que ocorreram entre 2014 e 2017 a 4.664 unidades de saúde, incluindo ambulatórios, centros de atenção psicossocial (CAPs) e, principalmente, postos de saúde, onde funcionam unidades básicas de saúde (UBSs) e equipes de saúde da família (ESFs). De acordo com a Agência Brasil, do total de estabelecimentos visitados durante o período, 24% apresentavam, na data da fiscalização, mais de 50 itens em desconformidade com o estabelecido pelas normas sanitárias. De acordo com o levantamento, em 81 unidades de saúde não havia consultório; em 268, não havia sala de procedimentos/curativos; e 551 não tinham recepção/sala de espera. Em relação à estrutura física de unidades básicas de saúde, 34% dos locais vistoriados não possuíam sanitário adaptado para deficiente; 18% não tinham sala de expurgo/esterilização; 16% não possuíam sala de atendimento de enfermagem; e 13% não dispunham de farmácia ou sala de distribuição de medicamentos.

02 Ago 2018 - 16:30h

A fisioterapia tem uma grande importância, pois é indispensável para a promoção da melhora do quadro clínico de pacientes, dentre das mais diversas áreas: das intervenções cirúrgicas às clinicas de estética, sempre buscando a melhoria da qualidade de vida. A Clínica Mais Vida, que acaba de inaugurar sua filial, amplia seu quadro de especialistas e firma parceria com a fisioterapeuta Lidiane Viana, que passará atender oferecendo sua experiência em fisioterapia convencional e também a sua especialização em terapia manual. Lidiane Viana destaca que a parceria com a Mais Vida irá proporcionar a oportunidade de junto com a clínica trabalhar em prol da melhoria da capacidade funcional das pessoas, sempre destacando a importância do cuidado com a saúde do corpo. “Estou muito feliz em estar fazendo parte do quadro da Clínica Mais Vida, desejando mostrar meu trabalho já realizado há sete anos. Atuamos com a fisioterapia convencional, com especialidade em terapia manual. Esperamos que a parceria perdure, pois temos objetivos em comum com a Mais Vida”, pontuou Lidiane. A falta de observação da postura ao executar simples ações do cotidiano, podem levar a ocorrência de lesões. Alongamentos, exercícios que podem ser realizados em casa, podem ajudar a fortalecer a musculatura. A ajuda de um fisioterapeuta é essencial para o seu bem-estar. Agende sua consulta. A prevenção é a melhor forma de cuidar da sua saúde! Para maiores informações, ligue: (77) 3441-4500 / (77) 99989-6868.

02 Ago 2018 - 11:30h

A pessoa que sonhar que está fazendo algo brusco e repetir o mesmo gesto enquanto estiver dormindo, pode ter Parkinson em fase inicial. Conhecido como distúrbio comportamental do sono REM, o problema foi vivido pelo ator americano Alan Alda, de 82 anos, conhecido por seu papel na série M * A * S * H. Durante uma entrevista ao CBS This Morning, o ator revelou que um sonho violento, no qual ele agia da mesma maneira enquanto dormia, o levou ao diagnóstico de Parkinson. “Eu sonhava com alguém me atacando e jogando um saco de batatas neles; na realidade, o que eu estava realmente fazendo era jogar um travesseiro na minha esposa”, contou. O distúrbio comportamental do sono REM foi o único sinal da doença apresentado por Alda, que foi diagnosticado com Parkinson há três anos e meio.

01 Ago 2018 - 16:30h

Pesquisadores ingleses e chineses descobriram uma ligação neural entre depressão e problemas de sono, segundo estudo publicado no JAMA Psychiatry. De acordo com especialistas, cerca de 75% dos pacientes deprimidos relatam dificuldade para dormir ou insônia. A equipe envolvida na pesquisa revela que as áreas do cérebro associadas à memória de curto prazo e emoções negativas podem prejudicar o sono dos pacientes, uma vez que os pensamentos pessimistas são um fator relevante para a aparição de distúrbios do sono. Além disso, a privação de sono, causada pela vida moderna, faz aumentar os riscos de desenvolver depressão, evidenciando a extensa ligação entre os problemas. Diante da descoberta, os cientistas acreditam ser possível melhorar a qualidade de sono dos pacientes com depressão e criar possibilidades de tratamento, que visem a tratar ambos os transtornos.

01 Ago 2018 - 15:30h

Um novo estudo internacional revela que o número de mortes causadas por ondas de calor aumentará sem parar nas próximas décadas, caso não sejam tomadas providências de adaptação às mudanças climáticas. Entre os 20 países avaliados na pesquisa, o Brasil está em terceiro nas projeções de aumento das mortes ligadas ao calor. Colômbia e Filipinas estão na frente. O maior aumento será nas regiões tropicais – em especial nas nações de baixa renda -, mas também haverá expressiva elevação de mortes na Austrália, na Europa e nos Estados Unidos. Neste momento, vários países do Hemisfério Norte têm sofrido com fortes ondas de calor. Liderado pela Universidade Monash (Austrália), o estudo foi publicado nesta terça-feira, 31, na revista científica PLOS Medicine. A pesquisa, dizem os cientistas, é a primeira a prever o número de mortes associadas às ondas de calor. Eles esperam que o resultado ajude os tomadores de decisão a planejar estratégias de adaptação e mitigação para mudanças climáticas. Os cientistas desenvolveram um modelo para estimar o número de mortes relacionadas às ondas de calor em 412 cidades de 20 países, de 2031 a 2080. Foi possível projetar o aumento da mortalidade associada às ondas de calor no futuro em diferentes cenários, caracterizados por níveis de emissão de gases de efeito estufa, grau de preparação e estratégias de adaptação e densidade populacional das regiões estudadas.

31 Jul 2018 - 11:30h

As hepatites virais B e C – responsáveis por cerca de 60% dos casos de câncer de fígado – afetam 325 milhões de pessoas no mundo, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). No Brasil, dados do novo relatório do Ministério da Saúde mostram que o número no Brasil nunca foi tão alto: 587.821 casos de hepatites virais apenas em 2017. Em 2016, haviam sido 561.058, um aumento de 4,7%). Para este ano, a previsão é de 30.000 novos diagnósticos em relação 2017. Os números são muito preocupantes, especialmente porque a hepatite é uma doença geralmente assintomática, o que dificulta o diagnóstico precoce. Além disso, quanto mais tardiamente acontece o tratamento, maiores são os riscos de desenvolver doenças mais graves, como câncer de fígado e cirrose hepática. Segundo a OMS o número de mortes causadas pelas hepatites virais já ultrapassou as do HIV: cerca de 1.340.000 portadores de HIV morrem anualmente, contra 1.750.000 óbitos em decorrência de complicações de hepatites. Apesar dos avanços da medicina, a hepatite ainda é uma doença de difícil erradicação, pois só existe vacina para dois tipos (A e B). Sem a manifestação dos sintomas, muitos não sabem que estão infectados e tornam-se vetores da doença, Diante deste quadro, a melhor forma de evitar a doença ainda é a prevenção.

31 Jul 2018 - 09:30h

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) suspendeu nesta segunda-feira a resolução que alterava as regras de cobrança de exames e consultas médicas em planos de coparticipação e franquia. A norma havia sido aprovada em junho e previa que operadoras cobrassem dos segurados até 40% do valor referente aos procedimentos. A medida foi criticada por especialistas e órgãos de defesa do consumidor. Agora, com o texto revogado, voltam a valer as regras atuais, que não preveem qualquer limite para cobrança de coparticipação. A decisão foi tomada por unanimidade durante a reunião da diretoria colegiada da autarquia. A ideia foi proposta pelo diretor de Desenvolvimento Setorial da ANS, Rodrigo Aguiar. Ele ponderou que o objetivo da nova norma era “ampliar as proteções ao consumidor e promover maior bem-estar na sociedade”, mas admitiu que houve uma “desconexão” entre os objetivos do órgão e a recepção da sociedade. As regras que regem a administração pública permitem que órgãos revejam decisões de acordo com “conveniência e oportunidade”.

29 Jul 2018 - 10:00h

Com o objetivo de facilitar a marcação de consultas, a Clínica Mais Vida criou um quadro com os horários de atendimento de cada especialista. Na Clínica Mais Vida você pode marcar exames de laboratório e ultrassom. A clínica funciona de segunda a sábado. Confira o quadro acima e marque a sua consulta através dos telefones (77) 3441-4545 ou (77) 99951-4755. A clínica está localizada na Avenida Otávio Mangabeira, 265.

29 Jul 2018 - 09:30h

O número de casos de sarampo confirmados no Brasil subiu para 822, de acordo com dados atualizados pelo Ministério da Saúde. No último boletim, divulgado na semana passada, a pasta havia confirmado 677 casos – 97% deles no Amazonas e Roraima, estados que enfrentam surto de sarampo, todos importados da Venezuela. Os 145 novos casos representam um aumento de 21,4% no período de uma semana. Até o momento, foram confirmados 519 casos de sarampo no Amazonas, contra 444 na semana passada (16,8% a mais); Roraima também registrou aumento: eram 216, agora são 272 (25,9% a mais). Outros casos isolados – também de importação – foram identificados nos estados de São Paulo (1), Rio de Janeiro (14), Rio Grande do Sul (13), Rondônia (1) e Pará (2).  Ainda há 3.831 casos em investigação, 97,2% deles no Amazonas. Na semana passada, uma equipe de saúde da Prefeitura de Manaus, responsável pela vacinação contra o sarampo, foi impedida por traficantes de continuar as atividades. O Ministério da Saúde informa que permanece acompanhando a situação, além de realizar medidas de vacinação de bloqueio, mesmo em casos suspeitos.

27 Jul 2018 - 11:30h

Um medicamento — ainda em fase de teste — pode retardar a perda inevitável de clareza de raciocínio e de memória, sintomas comuns para quem sofre com Alzheimer. Segundo a Eisai e a Biogen, empresas que desenvolveram a droga, o anticorpo monoclonal BAN2401 foi de 26% a 30% mais eficaz em reduzir o declínio neurológico (memória e cognição) de pacientes com a forma leve da doença em comparação com o placebo. De acordo com a Veja, além disso, o BAN2401 foi capaz de reduzir em cerca de 70% as placas beta-amiloides existentes no cérebro dos voluntários e impedir a formação de novas placas. Estas placas são o principal sinal da doença e responsáveis pelo bloqueio e destruição de neurônios. Os resultados foram apresentados nesta quarta-feira (25) no encontro anual da Alzheimer’s Association, nos Estados Unidos.

27 Jul 2018 - 10:30h

Erradicada no Brasil desde 1990, a poliomielite era tratada como assunto resolvido. A doença tem vacina disponível no Sistema Único de Saúde (SUS) e último caso registrado foi há quase 30 anos. Talvez por desconhecer a gravidade da doença, ou também por falsas informações sobre a vacinação, uma parte dos pais não chegou a vacinar seus filhos. Mais de 300 cidades brasileiras estão com uma baixa cobertura para a polio. Eliana Zagui confunde a própria trajetória com a história da doença. De acordo com o Bem-Estar da Rede Globo, ela não consegue respirar sem a ajuda de um aparelho. Nem se mexer sem a ajuda dos enfermeiros do hospital. Mesmo assim, aprendeu a pintar com a boca, escreveu um livro e conseguiu inventar uma forma de acessar a internet pelo celular. Ela hoje tem 44 anos e chegou ao lugar com 1 ano e 9 meses de idade. Foi por falta de informação que foi parar lá no HC: os médicos diziam que criança com dor de garganta não podia tomar a vacina da polio. E já era a infecção. O quadro foi se agravando e ela foi obrigada a morar no hospital. Hoje, tem planos de sair e para viver em outro lugar, chegou a tentar uma vaquinha para pagar as despesas. Até o final do ano quer arranjar um meio de ir para Sumaré, município no interior de São Paulo.

26 Jul 2018 - 15:30h

Teto de gastos, enxugamento da máquina pública, arrocho econômico. O receituário defendido por parlamentares para controlar as contas públicas parece não valer dentro do próprio Congresso. É o caso do senador Helio José (PROS-DF). Recordista, José emprega nada menos que 99 funcionários. Destes, 59 estão somente em seu gabinete, enquanto outros 40 ficam lotados no escritório. Cinco são efetivos, com salários de R$ 27 mil a R$ 37 mil. Outros 50 são comissionados, ganhando entre R$ 3,3 mil e 23 mil. E quatro são terceirizados, não tendo seus rendimentos divulgados. Os dados fazem parte de um levantamento exclusivo feito pelo Ranking dos Políticos.

26 Jul 2018 - 09:30h

A vida está mesmo muito corrida, desta forma, a falta de tempo tem feito com que as mulheres acabem deixando de lado os cuidados com a saúde e o bem-estar. A prevenção ginecológica e essencial para que as mulheres tenham uma vida saudável e não tenham que conviver com possíveis doenças que advenham dessa falta de tempo ou até mesmo da falta de informação. Sérgio Luiz Pinto Rodrigues, ginecologista e obstetra, que atende na Clínica Mais Vida chama a atenção para a necessidade dos exames ginecológicos e esclarece que a prevenção não é mais nada que fazer um precocemente acompanhamentos médicos, ir regularmente ao médico e ter o hábito de uma alimentação saudável. Destaca que as mulheres devem realizar os exames de Papanicolau, ultrassonografia pélvica transvaginal e as que já se encontram com idade a partir de 40 anos a mamografia. Sérgio explica que entre as doenças ginecológicas que mais afetam as mulheres estão o corrimento genital, doenças sexualmente transmissíveis, distúrbios da menstruação, incontinência e infecções urinárias, câncer de mama e de colo uterino, porém todas possuem métodos de prevenção e tratamento. Portanto, não deixe de procurar o ginecologista periodicamente. A prevenção sempre é o melhor remédio. Agende sua consulta. A prevenção é a melhor forma de cuidar da sua saúde! Para maiores informações, ligue: (77) 3441-4545 / (77) 99951-4755 / (77) 99180-9496.

25 Jul 2018 - 12:30h

O aquecimento global pode ter uma consequência que nunca havia sido prevista: o aumento do índice de suicídios. De acordo com um estudo publicado na segunda-feira na revista Nature Climate Change, a elevação de 2,5 graus na temperatura global até 2050, conforme previsto, pode corresponder a um aumento de 1,85% nas taxas de suicídio nos Estados Unidos e no México, resultando em 21.770 mortes.  “Quando falamos de mudança climática, tendemos, frequentemente, a pensar em conceitos abstratos. Mas os milhares de suicídios extras que provavelmente ocorrerão como resultado de uma mudança climática não atenuada não são apenas números, mas representam perdas trágicas para as famílias”, explicou Marshall Burke, professor assistente de ciência do sistema terrestre na Universidade Stanford e principal autor do estudo, em comunicado. No entanto, os pesquisadores ressaltam que esses dados não devem ser vistos como agentes diretos, mas como fatores que elevam a taxa de risco.

24 Jul 2018 - 17:00h

A família de Benjamin Diego Santana Alves, de 6 anos, diagnosticado com leucemia linfoide aguda (LLA), está com uma campanha para incentivar a doação de medula óssea nas redes sociais. A expectativa é encontrar um doador compatível para que o garoto possa ser submetido a um transplante o quanto antes. Benjamin foi diagnosticado com a doença aos três anos. Depois de enfrentar o tratamento com quimioterapia por dois anos, o garoto teve alta médica. Há seis meses, no entanto, Benjamin teve sucessivas crises alérgicas e, após realização de exames médicos, foi constatado que a doença tinha voltado. De acordo com a mãe do garoto, a professora Martha Helle Santana Alves, atualmente, o estado de saúde de Benjamin é grave. Ele está em tratamento no hospital São Rafael e necessita constantemente de transfusão de sangue. “Há dias em que ele está melhor, mas, em outros, ele fica debilitado porque as taxas estão baixa”, contou. A campanha nas redes sociais, chamada “Benjamin Guerreiro”, diz: “Unidos continuaremos no caminho para encontrar uma medulinha compatível. É um trabalho de formiguinha onde contamos com sua ajuda. Pode ser VC o anjo que estamos procurando. Um doador deixa de ser gente e passa a ser o anjo de alguém!”.

24 Jul 2018 - 11:30h

A Food and Drug Administration (FDA), agência americana que regulamenta medicamentos e alimentos, aprovou um novo tratamento contra a malária. A tafenoquina, produzida pela farmacêutica GSK, é indicada para a forma recorrente da doença e elimina o parasita com apenas uma dose. Uma mudança significativa diante das 14 doses necessárias na terapia atual. Além disso, o medicamento consegue eliminar os parasitas que ficaram escondidos no fígado, impedindo assim justamente a recorrência da doença. Segundo especialistas, o Krintafel, nome comercial do medicamento, é uma “conquista fenomenal” no combate à malária. A malária é uma doença infecciosa causada pelo parasita Plasmodium e transmitida pela picada da fêmea infectada do mosquito Anopheles. Sua gravidade varia de acordo com a espécie do parasita. Embora o Plasmodium falciparum seja uma das principais espécies causadoras de malária, na última década houve um aumento dos casos de infecção por pelo Plasmodium vivax, que contamina 8,5 milhões de pessoas por ano no mundo inteiro. No Brasil, ela é responsável por 85% dos casos de malária, sendo muito comum também no restante da América Latina e no sul da Ásia.

23 Jul 2018 - 13:30h

A reputação dos suplementos alimentares, que já não andava boa, acaba de sofrer um novo golpe. Desta vez, as vítimas foram as populares cápsulas de ômega-3. Até pouco tempo atrás, acreditava-se que seu consumo seria capaz de prevenir problemas cardiovasculares, como infarto e acidente vascular cerebral. Um estudo encomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), porém, mostrou que não existem evidências de que isso ocorra. “Há muitas coisas que podemos fazer para proteger nosso coração, como não fumar, ter uma alimentação saudável e uma vida mais ativa”, disse a Veja a líder da pesquisa, Lee Hooper, da Universidade de East Anglia, na Inglaterra. “Mas as cápsulas de óleo de peixe não vão nos ajudar”.

23 Jul 2018 - 10:30h

O Brasil é a quarta nação com o maior número de diabéticos no mundo, doença que afeta 14 milhões de pessoas no país, de acordo com a International Diabetes Federation (IDF). Entretanto, segundo pesquisa inédita realizada pela Abril Inteligência com o apoio da AstraZeneca, apenas 1 em cada 4 brasileiros reconhece o diabetes como uma doença grave. O levantamento, apresentado nesta sexta-feira na endoDEBATE 2018 e publicado na revista Saúde, indica que grande parte das pessoas não compreende as consequências de não tratar o diabetes adequadamente. Isso acontece porque há muito desconhecimento sobre a doença – inclusive entre os próprios diabéticos. Quando está comprovado que a doença está associada à principal causa de morte em todo o mundo e à quinta em maior incidência no país – as doenças cardiovasculares – esse quadro de desconhecimento fica ainda mais grave. Essa falta de informação preocupa ainda mais quando junta-se ao fato de que cerca de 40 milhões de brasileiros estão pré-diabéticos, e desse número, aproximadamente 25% devem ser desenvolver a doença nos próximos cinco anos, segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD).

22 Jul 2018 - 08:00h

Com o objetivo de facilitar a marcação de consultas, a Clínica Mais Vida criou um quadro com os horários de atendimento de cada especialista. Na Clínica Mais Vida você pode marcar exames de laboratório e ultrassom. A clínica funciona de segunda a sábado. Confira o quadro acima e marque a sua consulta através dos telefones (77) 3441-4545 ou (77) 99951-4755. A clínica está localizada na Avenida Otávio Mangabeira, 265.

20 Jul 2018 - 10:30h

Vocês sabiam que toda mulher que apresentar queixas relativas às mamas, independentemente da idade, deve procurar o mastologista? Pois bem, a orientação é feita pelos especialistas da área, que destacam a importância e a necessidade das mulheres se consultarem regularmente com o mastologista, além do autoexame, que também deve ser feito uma vez por mês a partir dos vinte anos. Para as mulheres que não apresentam queixas a orientação é para que a partir dos 40 anos de idade realizem a consulta. A prevenção e o diagnóstico precoce são fundamentais no alcance da cura do câncer de mama e na manutenção da saúde da mulher. Desta forma para aquelas que têm história familiar de câncer de mama antes dos 50 anos de idade devem procurar o mastologista 10 anos antes da idade que o parente apresentou o câncer.  O mastologista está apto a identificar doenças e demais manifestações anormais nas mamas, pois sua especialidade compreende os mais diferentes cuidados relativos às glândulas mamarias. A principal doença tratada por esse especialista é o câncer de mama, mas a identificação de caroços, avaliação para a realização de cirurgias relacionadas às mamas, realização de biópsias, também são de sua competência. Mulheres, não lembrem do mastologista somente por questões estéticas, ele é fundamental para que a sua saúde e bem-estar. Agende sua consulta na Clínica Mais Vida com Thiago Novais que estará atendendo dia 26 de Julho. A prevenção é a melhor forma para cuidar de sua saúde. Para maiores informações, ligue: (77) 3441-4545 / (77) 99951-4755 / (77) 99180-9496.