Em delação premiada, publicitária fala sobre as campanhas de Dilma

28 Mar 2016 - 18:30h

Uma das sócias da agência Pepper Interativa, a publicitária Danielle Fonteles, falou sobre as movimentações financeiras das campanhas da presidente Dilma Rousseff (PT) em sua delação premiada. Segundo o jornal O Globo, a colaboração premiada foi enviada ao Supremo Tribunal Federal (STF).  Caberá a Corte, a partir de parecer da Procuradoria-Geral da República, decidir se abre ou não investigação sobre o caso. Ainda segundo a publicação, as declarações da publicitária também implicariam o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT) e o empresário Benedito de Oliveira, o Bené, investigados na Operação Acrônimo. A Operação Acrônimo teve início em maio do ano passado e mirou empresários que doaram para partidos políticos na campanha de 2014. O principal alvo foi Bené, dono de gráfica em Brasília, uma das quatro pessoas presas na primeira ação.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias