Ex-detento formando em Direito leva para banca de TCC juíza que lhe concedeu liberdade

30 Jun 2016 - 14:00h

Ao defender o trabalho de conclusão do curso (TCC) de Direito, um ex-detento da Grande Florianópolis convidou para a banca de avaliação a juíza que lhe concedeu a liberdade condicional, após a progressão de regime, para que ele pudesse estudar. O título do trabalho de Lincoln Gonçalves Santos, de 32 anos, defendido em 22 de junho, na Universidade do Vale do Itajaí (Univali), em São José, foi 'O sistema prisional brasileiro e a possibilidade de responsabilização internacional do país por violação de documentos internacionais de proteção dos direitos humanos'. Lincoln concluiu a pena de sete anos por latrocínio em 2012. “Minha ideia com o TCC é também demonstrar que, apesar dos elementos de precariedade no sistema prisional brasileiro, o indivíduo pode mudar, se quiser. Sou prova disso”, contou o ex-detento ao G1. O trabalho recebeu nota 10 na avaliação final e emocionou a juíza titular da Comarca da 3ª Vara Criminal da comarca da Capital, Denise Helena Schild de Oliveira.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias