Secretaria de Educação corta atenção especializada para alunos autistas nas escolas de Brumado

06 Abr 2017 - 08:00h

Após protestos das mães cobrando melhor estrutura para os filhos autistas na Escola Sheilla Barreto, em Brumado, a Secretaria Municipal de Educação respondeu as reivindicações retirando os professores com formação especializada da escola, exatamente na semana em que se celebram ações de convivência com o autismo. A unidade de ensino era a única do município que ofertava a especialização. Uma mãe entrou em contato com a redação do site Brumado Notícias e justificou que o protesto na porta da escola teve por objetivo chamara a atenção do município para inclusão dos alunos com necessidades especais na rede de educação municipal. Para ela, a resposta da secretaria foi grosseira. “Não pedimos para retirar as professoras, mas expomos que a unidade para onde nossos filhos foram encaminhados não atendem aos padrões diante do quadro deles. Aí acordamos com uma resposta desagradável como essa. O município, ao invés de buscar solucionar o problema, varreu o mesmo para debaixo do tapete. Lamentável”, desabafou a genitora. Nossa reportagem tentou contato com a secretária municipal de educação, Edneia Ataíde, para tratar do assunto, mas não obteve êxito.

Comentários

Maria Fernanda

"Mais uma vez estou aqui para expor meus pensamentos quanto a educação municipal de Brumado, acompanhei pelo site da prefeitura que houve uma reunião com a equipe de educação especializado com monitores que vão acompanhar esses alunos serão estagiários que estão preparados para fazer esse acompanhamento então diante dessa noticia vejo que a resposta da secretaria não foi grosseira e sim imediata a resolução do problema. Por isso não canso de tecer elogios a essa nova cara que a educação vem tendo. "

Deixar comentário

Comentário

mais notícias