Sucateadas, ambulâncias do Samu têm portas presas a atadura e cinta

16 Mai 2017 - 18:00h

As portas de ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) em Ilhéus, no sul da Bahia, precisaram ser amarradas com atadura e cinta e causam riscos aos atendimentos de pacientes. Os veículos estão parados em um estacionamento do município. O problema com os veículos não é só na porta e se estende pelas ambulâncias que estão sucateadas e com freios desgastados. Por conta da degradação dos veículos, os moradores de Ilhéus e outras sete cidades da região estão sem suporte de uma unidade móvel para chegar a um hospital do município. De acordo com o G1, em uma denúncia anônima, foi relatado que nenhuma das quatro ambulâncias que atendem o local e outros sete municípios da região está em operação. Por conta da situação, os moradores de Ilhéus reclamam da falta de ambulâncias e contam os problemas que enfrentam para chegar à uma unidade de saúde.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias