Aedes-aegypti ganha mais um inimigo natural em Brumado

18 Mai 2017 - 07:00h

Agentes de endemias que atuam na região do Bairro Olhos D’água, no município de Brumado, estão distribuindo sementes da crotalária, planta que atrai a libélula, predador natural do mosquito aedes-aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. Assim como o aedes-aegypti, a libélula deposita sua larva em água parada, porém a mesma se alimenta da larva do mosquito vetor. O mesmo acontece com a libélula adulta, que é predadora e se alimenta de pequenos insetos, o que inclui o aedes-aegypti. Várias famílias brumadenses já adquiriram as sementes da planta, que, além de atrair o inimigo do mosquito da dengue, também enfeita por conta de suas belas flores amarelas. Em Brumado, a crotalária se junta a outros inimigos naturais do aedes-aegypti, com o neem. A árvore emite uma essência que é um repelente natural, afasta o mosquito e tem sido cada vez mais vista nas praças e residências da cidade. Na região do Bairro São Félix, a arma de combate mais utilizada está sendo o peixinho “chupa pedras”. Embora os repelentes naturais ajudem a produzir resultados positivos, a Vigilância Epidemiológica alerta a população quanto a manter quintais e jardins limpos e sem água parada. “A crotalária, o neem e o peixinho chupa pedras vão ajudar no combate ao mosquito, mas os cuidados em casa ou na empresa permanecem”, frisou a coordenação de endemias ao site Brumado Notícias.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias