Pacientes protestam contra a falta de médicos nas Unidades Básicas de Saúde em Brumado

19 Mai 2017 - 00:00h

Vários brumadenses se aglomeraram na porta da Unidade Básica de Saúde Liziane dos Santos Alves em protesto contra a falta de médicos nas unidades do município. O protesto aconteceu de forma pacífica enquanto os populares aguardavam a abertura da unidade para o expediente da tarde desta quinta-feira (18). Em entrevista ao site Brumado Notícias, os pacientes disseram que estão inconformados com a situação precária dos atendimentos nas unidades básicas de saúde do município, pois, segundo relataram, a maioria não possui médicos. A UBS Liziane Alves é a unidade central e, por isso, acaba recebendo a maior demanda do município e de algumas comunidades rurais. Parte dos manifestantes saiu de seus bairros de origem alegando falta de médicos e foi em busca de atendimento na UBS, que fica no quarteirão do Hospital Professor Magalhães Neto. Os populares disseram ainda que há apenas um médico na unidade e por dia são distribuídas apenas 16 fichas de atendimento, o que provoca imensas filas no lado externo do prédio, antes do início das atividades. Os próprios pacientes se organizaram com uma lista de ordem de chegada para evitar tumultos na hora da distribuição das senhas. “Pagamos caro por uma saúde plena que está deixando muito a desejar. Como é que o município pode sonhar com duas UTIs se não está dando conta nem mesmo das unidades básicas de saúde?”, questionaram os populares. Nossa reportagem buscou contato com o secretário municipal de saúde para tratar do assunto, mas não obteve êxito.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias