Vitória da Conquista: Homem trai mulher e consegue anulação do casamento em ação administrativa

31 Jul 2017 - 12:30h

Em Vitória da Conquista, um homem conseguiu a anulação do seu casamento através de uma ação administrativa junto à Igreja. Após ter traído a esposa, ele pediu a anulação do casamento e o pedido foi acatado. Na busca por rever a sentença administrativa por meio de um recurso, a mulher buscou a documentação e teve seu acesso negado pela Igreja, sob o argumento de que o processo corre em segredo de justiça eclesiástico. De acordo com o Blog do Rodrigo Ferraz, eles estavam casados desde 1982, mas haviam se “separado” em 1997. Em 2013, ou seja, 16 anos depois, o marido entrou com o pedido administrativo na arquidiocese de Vitória da Conquista para anular o casamento. Não obstante ao pedido, a Igreja notificou a mulher para responder ao processo de anulação, entregando-lhe somente a petição inicial com os relatos do marido, que inclusive assume ter agredido a esposa. Na ação, o homem alega que foi induzido a casar, pois teria sofrido pressão psicológica.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias