Brumadense é presa na 'Operação Sem Filtro' de falsificação de cigarros que deteve cantor sertanejo

20 Set 2017 - 15:03h

Delegados e investigadores da Polícia Civil, lotados na 20ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin), detiveram na manhã desta quarta-feira (20) a brumadense Luana Aparecida Figueiredo de Souza. Ela foi presa durante desdobramento da Operação Sem Filtro, desencadeada pela Polícia Civil do Paraná, em parceria com as polícias de São Paulo, Minas Gerais e Bahia. Foram cumpridas ordens judiciais para 16 prisões e 19 busca e apreensão. Trata-se da mesma operação que deteve o cantor sertanejo Rafael, da dupla Fábio e Rafael. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, o delegado coordenador da 20ª Coorpin, Leonardo Rabelo, disse que a operação teve o objetivo de por fim a uma quadrilha de falsificação de cigarros que atuava nos quatro estados. Segundo ele, a brumadense é apontada como participante da organização e líder das operações na Bahia.

Também recai a ela e a toda a organização a acusação de lavagem de dinheiro, além de crimes contra a saúde pública e a ordem econômica do país. Ainda de acordo com as investigações da Polícia Civil, a empresária brumadense mantinha contato direto com o líder do bando, identificado como Clodoaldo, o Aldo, também detido na manhã de hoje, no estado no Paraná. Na residência da detida, a polícia apreendeu vários aparelhos celulares, talões de cheques, documentos de movimentação dos bens da família, amostras de maços dos cigarros falsificados e munições de armas restritas da polícia e do Exército, como estojos de ponto 40, 9 mm e 357 magnum.  Segundo a polícia, as investigações continuam.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias