Brumado: Falha no sistema digitalizado obriga proprietários a refazerem cadastro de terra rural

11 Jan 2018 - 14:00h

Cerca de 2 mil proprietários de terras que foram beneficiados com o recadastramento gratuito promovido em junho de 2017, em Brumado, pelo Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), através do Cadastro Estadual Florestal de Imóveis Rurais, estão sendo convocados para refazerem o procedimento por conta de uma falha no sistema digitalizado via satélite. O sistema teria apresentado margem de erro nos limites das propriedades. O site Achei Sudeste apurou junto ao Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável (CMDRS) que o mapeamento apresentou alguns equívocos na medição territorial das propriedades e, dessa forma, o sistema está rejeitando o cadastro realizado, obrigando os proprietários a buscarem um novo recadastramento até o dia 31 de maio. Os donos de terras devem refazer o cadastro no tempo determinado a fim de que não sejam penalizados com perda de benefícios.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias