SSP-BA diz que elucidação do assassinato do delegado Marco Torres é questão de honra

16 Abr 2018 - 08:00h

A morte do delegado Marco Torres, lotado na 20ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin), em Brumado, e delegado titular de Barra da Estiva, virou uma questão de honra para a polícia. O caso é tratado como prioridade pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA). Há suspeitas de que o crime tenha tido a participação de quadrilhas especializadas em roubo a bancos, muitas das quais agem na região de Barra da Estiva. Por meio de nota enviada à imprensa, o delegado Leonardo Rabelo, coordenador da 20ª Coorpin, disse que as medidas adotadas pela polícia judiciária já estão sendo tomadas. Policiais de várias cidades, inclusive de Minas Gerais, foram mobilizados para ajudar nas investigações.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias