Estados Unidos, Canadá e México sediam Copa do Mundo de 2026

13 Jun 2018 - 17:30h

A Copa do Mundo de 2026 tem sede definida. Nesta quarta-feira (13), no 68º Congresso da Fifa, em Moscou, capital da Rússia, as associações de futebol votaram e a maioria escolheu a candidatura tripla dos Estados Unidos, Canadá e México, que superaram o Marrocos por 134 a 65. De acordo com os países, a primeira Copa com 48 seleções terá 16 sedes e 23 estádios, todos já em funcionamento e que precisarão apenas de pequenas reformas ou modernizações. A média de lugares disponíveis é de 68 mil por arena. A promessa é de gerar uma receita de US$ 14 bilhões (R$ 52 bilhões) e US$ 11 bilhões (R$ 41 bilhões) de lucro para a Fifa. "Muito obrigado por essa incrível honra. Será um incrível privilégio sediar essa grande competição em 2026", festejou Carlos Cordeiro, presidente da US Soccer, no discurso de agradecimento. Essa será a terceira vez que o México recebe a Copa, e a segunda vez dos americanos, que foram sede em 1994. Já o Canadá terá a sua primeira oportunidade.

Comentários

Webiston Barbosa Reis

"A Federação Internacional de Futebol (FIFA), mostrou claramente que acima de tudo, só visa LUCROS. Dessa forma, não se importando com o NÍVEL TÉCNICO da competição. Aumentando-se para 48 participantes, com certeza estará dando chances para que Países com "baixo nível técnico" venham a participar da Copa do Mundo. Do jeito que a coisa anda, não será preciso nem a realização de eliminatórias. "

Deixar comentário

Comentário

mais notícias