Ano eleitoral é tradicional período de disputa de paternidade de obras em Brumado

06 Jul 2018 - 00:00h

Tradicionalmente, ano eleitoral é o período em que os políticos que se classificam como representantes de Brumado trocam farpas e disputam todos os holofotes, preocupados em serem identificados como os autores de projetos, indicações e obras para a cidade. A população local vive a clamar pelo progresso e desenvolvimento do município, mas os que se denominam representantes da comunidade estão mais preocupados com a autopromoção. Nos discursos, porém, o que se prega é a utopia da unificação das agremiações, eliminando os interesses partidaristas, visando o bem comum. Discurso vencido e balela de palanque que se desfaz quando a cada quatro anos todos que estão com a boca no osso temem perder a mamata e voltam ao ringue das disputas pelo tão almejado voto do eleitor. Estamos vivenciando neste momento uma batalha travada por antigos desafetos, que se uniram contra alguns antigos aliados, que agora se tornaram inimigos. Como exemplo temos a união entre o casal Pereira e a família Bonfim, que outrora duelavam por apadrinhamento de obras. Os Bonfins estão contra o grupo do prefeito Eduardo Lima Vasconcelos (PSB) pelejando a paternidade de obras com o deputado federal Daniel Almeida (PCdoB). O racha entre o prefeito municipal e o deputado estadual Vitor Bonfim (PR) está promovendo este ano mais uma página dessa batalha promovida pela politicagem, com obras eleitoreiras em Brumado, uma velha tática repudiada pela comunidade, agora mais politizada, que promete dar a resposta nas urnas. É esperar pra ver!

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias