Contas de luz vão continuar mais caras até o fim do ano

14 Set 2018 - 12:30h

A bandeira vermelha 2 da conta de luz continuará acionada até o fim do ano, mesmo com o início do período chuvoso em novembro. A informação foi confirmada nesta quinta-feira, 13, pelo diretor geral do Operador Nacional do Sistema (ONS), Luiz Eduardo Barata. De acordo com a Veja, o sistema de bandeiras – verde, amarela, vermelha 1 e vermelha 2 – é usado para indicar o patamar tarifário da conta de luz. Exceto pela verde, na qual não há cobrança extra, a tarifa fica mais cara na vigência das demais. A medida é uma forma de compensar o acionamento das usinas termoelétricas, cuja operação é mais cara, em momentos em que os reservatórios estão em níveis baixos. Na bandeira amarela, o consumidor paga 1 real adicional a cada 100 kilowatts-hora. No patamar 1 da bandeira vermelha, são 3 reais para a mesma quantidade de energia consumida. A tarifa vermelha 2 acrescenta 5 reais a cada 100 kilowatts-hora consumidos. Barata, no entanto, afastou o risco do desabastecimento de energia elétrica, mesmo com a chegada do verão. Segundo ele, o acionamento das usinas termelétricas serão suficientes para atender à demanda, poupando os reservatórios das hidrelétricas.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias