Votos fragmentados e baixa índice de abstenção marcam votação em Brumado

09 Out 2018 - 10:00h

Em entrevista ao site Achei Sudoeste, o Chefe do Cartório Eleitoral de Brumado, Ígor Araújo, falou sobre o processo de eleição na cidade. Segundo ele, no que se refere à logística, o que se pode notabilizar foi a formação de filas em algumas seções, tendo em vista que se tratou do primeiro pleito 100% biométrico. Araújo salientou que o processo exigiu a adaptação por parte de mesários e dos próprios eleitores. Além disso, o tempo de espera foi um pouco maior devido ao fato de que que foram seis votos por cada eleitor. Das 161 urnas eletrônicas, apenas 01 precisou ser substituída, conforme informou. Embora o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) esperasse um número maior de abstenções, mais de 41 mil eleitores compareceram às urnas em Brumado, o equivalente a mais de 86% do eleitorado local. Assim, apenas pouco mais de 13% dos eleitores se abstiveram de votar. Para Araújo, os números demonstram que, na reta final, houve um aquecimento do processo eleitoral. O chefe de cartório ainda chamou a atenção para o alto índice de fragmentação do voto do eleitorado brumadense. "Se formos observar, por exemplo, as eleições para deputado federal, em que havia 473 postulantes na Bahia, 241 receberam votos no município de Brumado. Para deputado estadual, em que havia 607 postulantes, 263 foram votados em Brumado. Mais de 500 candidatos se observarmos os diversos cargos foram votados no nosso município", frisou. A dispersão de votos refletiu no fato de que vários candidatos desconhecidos, que nunca visitaram a cidade, obtiveram votos do eleitorado local.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias