Governo inicia requalificação de 550 km de rodovias nas regiões de Brumado e Vitória da Conquista

05 Nov 2018 - 09:00h

A Secretaria Estadual de Infraestrutura, Transporte, Energia e Comunicação, através do Programa de Restauração e Manutenção de Rodovias (Premar), iniciou, desde o dia 30 de outubro, as obras de requalificação de 550 km de malha asfáltica nas regiões de Brumado, Vitória da Conquista e adjacências. As obras contemplarão as rodovias BA-148, BA-262, BA-263, BA-162 e BA-156. Em coletiva à imprensa brumadense, realizada na secretaria municipal de infraestrutura, a engenheira ambiental Fernanda Cerqueira e a especialista social Priscila Cássia, da empresa terceirizada Jurema, destacaram que as obras, com verbas oriundas do Banco Mundial, foram iniciadas com a limpeza e, na sequência, serão feitas várias operações de manutenção nos trechos que necessitarem de tapa-buracos, sinalizações e demais trabalhos.

Segundo apurou o site Achei Sudoeste, as representantes da empreiteira anteciparam o pedido de compreensão aos usuários das rodovias, levando em consideração que haverá transtornos nas pistas com a execução das obras, e também deram um alerta de segurança por conta de materiais, máquinas e homens trabalhando, no intuito de observarem as limitações de velocidade nos trechos. Como haverá pedregulhos espalhados nos locais de recapeamento asfáltico, vale o lembrete de se manter a distância adequada dos veículos que estiverem à frente. Ainda de acordo com a engenheira Fernanda Cerqueira, as obras também colaboram com a economia regional, principalmente com a geração de empregos. A expectativa é de que, no auge da obra, cerca de 300 famílias estejam empregadas. Outra particularidade destacada é que, com a manutenção das pistas de rolamento, se manterá a qualidade para o escoamento dos produtos gerados localmente e importados de outras regiões.

Comentários

Amaury

"Obras é sempre bem vindo para o progresso da região, mas não entendi o motivo da recuperação asfáltica do trecho da BA 262 de Brumado a Vitória da Conquista a rodovia estava em perfeitas condições, mas mesmo assim fizeram o recapeamento, seria mais coerente o uso da verba para a construção da policlínica regional de Brumado, construção da segunda etapa da barragem de Cristalândia ou recuperação de outras rodovias precárias em nossa região, gostaria que alguém que responde pelo governo estadual em nossa região explicasse o motivo do desperdício de dinheiro público no trecho reformado sendo que o mesmo estava em perfeitas condições de trafegabilidade."

Deixar comentário

Comentário

mais notícias