Metade dos Brasileiros acredita que atendimento em saúde vai piorar sem cubanos

04 Jan 2019 - 15:30h

Pelo menos 49% dos brasileiros acreditam que o atendimento público de saúde tem chances de piorar com a saída dos médicos cubanos do programa Mais Médicos, de acordo com uma pesquisa do Instituto Datafolha, que tinha como objetivo medir o impacto da saída dos médicos estrangeiros, anunciada no mês de novembro pelo governo cubano. A pesquisa constatou que 38% dos brasileiros acham que a saúde pode melhorar após a saída dos cubanos, enquanto outros 8% avaliam que a saúde ficará igual. Já 5% não opinaram. O Instituto Datafolha entrevistou 2.077 pessoas, entre os dias 18 e 19 de dezembro, em 130 municípios do Brasil, em amostra representativa do perfil da população. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. Cerca de 8.500 médicos cubanos atuavam no programa brasileiro, número  equivalente a metade do total de profissionais em atividade no Mais Médicos.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias