Brumado: Presidente da câmara esclarece carta de afastamento de Dudu Vasconcelos

12 Fev 2019 - 08:00h

Na última sexta-feira (08), durante a sessão legislativa, o presidente da Câmara de Vereadores de Brumado, Leonardo Quinteiro Vasconcelos (PDT), leu a carta enviada pelo prefeito Eduardo Lima Vasconcelos (PSB) relatando que o filho, o vereador Eduardo Cunha Vasconcelos (PSDB), o Dudu Vasconcelos, não teria mais condições de assumir o cargo em razão de um tratamento de saúde para se livrar da dependência química. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, o presidente disse que está na capital baiana, no Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), a fim de resolver a questão, visto que uma decisão judicial impede o suplente de assumir a vaga em caso de pedido de licença para tratamento de saúde. “Tenho certeza que a gente vai chegar em um denominador comum o mais rápido possível”, afirmou. Quinteiro disse que, nesse momento, é preciso respeitar a dor da família do vereador, criticando aqueles que querem se aproveitar da situação e transformar a mesma em um fato político. “Quero deixar bem claro para toda população que o vereador Dudu Vasconcelos, quando do seu afastamento, nunca recebeu um centavo sequer de salário da Câmara Municipal de Brumado”, ressaltou.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário