Brumado: Prefeitura culpa Ministério das Cidades para justificar obras paralisadas

30 Abr 2013 - 07:01h

A prefeitura de Brumado divulgou nesta segunda-feira (29) que o Ministério das Cidades é o responsável pela grande quantidade de obras paralisadas no município. Segundo a prefeitura, os convênios são assinados, mas o Ministério não está liberando os recursos necessários para prosseguimento das obras, o que vem causando transtornos para a administração municipal. “A falta de repasse destas verbas está fazendo com que as obras sejam paralisadas pelos empreiteiros responsáveis, que não têm como cumprir com suas obrigações perante seus funcionários”, justificou a administração em nota enviada ao Brumado Notícias. De acordo com o secretário de Infraestrutura, André Cardoso, além de os empreiteiros estarem sem receber os valores devidos, eles estão solicitando o reequilíbrio econômico dos contratos, em função da não atualização dos valores pagos pelos serviços. “Hoje ainda se paga o valor de 28 reais por m² de pavimentação, quando já deveria ter sido atualizado para 45 reais por m². Desta forma, fica cada vez mais inviável aos empreiteiros a continuação das obras”, esclareceu Cardoso. O secretário ainda salientou que a administração municipal tem buscado a solução do problema, mas infelizmente sem sucesso. “Dependemos da vontade do Ministério para que este libere os recursos para as contas dos convênios a fim de que possamos repassar aos empreiteiros”, reforçou.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias