Doenças mentais: A necessidade de se abolir tabus e preconceitos

07 Mai 2019 - 14:30h

Na atualidade o ritmo acelerado dos acontecimentos, a pressão excessiva no ambiente de trabalho e a preocupação em cumprir com todas as responsabilidades, têm causado nas pessoas um alto nível de estresse, ansiedade e situações nas quais se faz necessária a ajuda de pessoas especializadas a fim de evitar reações que possam resultar em atitudes às vezes com resultados irreversíveis. Porém, acompanhado de todos esses fatores e da difícil aceitação da necessidade de auxilio, as pessoas ainda enfrentam o preconceito da sociedade em relação às doenças mentais, tornando ainda mais complexa a situação. É de extrema necessidade que o tabu e o preconceito relativos às doenças mentais sejam abolidos, demonstrando que os transtornos podem ocorrer sem distinção de classe social, idade, orientações sexuais ou identidades de gênero. Camila Alvarenga, psicóloga da Clínica Mais Vida destaca que a saúde mental deve ser uma parte integrante e essencial da saúde, sendo de vital importância se investir em ações voltadas a manutenção do bem-estar mental. Saber reconhecer os sinais de alerta em si mesmo ou em alguém próximo a você pode ser o primeiro e mais importante passo. Por isso, fique atento(a).  Se a pessoa demonstrar comportamento diferente procure ajudá-la. Agende sua consulta. A prevenção é a melhor forma de cuidar da sua saúde! Para maiores informações, ligue: (77) 3441-4545 / (77) 99951-4755 / (77) 99180-9496 / (77) 3441-4500 / (77) 99989-6868.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário