Combater compra e venda de votos será maior desafio para justiça eleitoral em Brumado em 2020

16 Mai 2019 - 10:00h

Desde o dia 21 de abril último, o juiz Genivaldo Alves Guimarães reassumiu a jurisdição eleitoral em Brumado. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, o magistrado disse que já voltou a movimentar alguns processos. “A Justiça Eleitoral, não só em Brumado como em todo país, não para. Muitos pensam que ela se movimenta apenas naquele período, mas não é. Existe um calendário eleitoral e, durante todo ano, a justiça eleitoral está em atividade realizando um brilhante trabalho”, avaliou. O juiz lamentou que muitos eleitores são corrompidos e vendem o seu voto. “Enfim, cabe ao povo decidir e não a justiça eleitoral. A justiça apenas prepara o caminho das urnas e todo processo eleitoral”, finalizou.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias