Guajeru: Justiça Eleitoral multa prefeito em R$ 10 mil

16 Mai 2019 - 14:00h

Na última terça-feira (14), o juiz eleitoral da Comarca de Caculé negou provimento a embargo proposto pelo prefeito da cidade de Guajeru, Gilmar Rocha Cangussu (PDT), o Gil Rocha. Na decisão, o magistrado considerou que os embargos propostos pelo prefeito têm caráter protelatório, ou seja, tinham o objetivo de retardar o andamento do processo. Além disso, o gestor foi multado em R$ 10 mil. A decisão se refere a uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) proposta pelo grupo de oposição ao prefeito. Em sentença proferida anteriormente, a Justiça Eleitoral decretou a inelegibilidade de Gil Rocha por oito anos, bem como a cassação de seu diploma por abuso de poder político. A decisão se embasou no fato de, na semana das eleições municipais de 2016, Rocha ter realizado obras na sede e na zona rural do município com fins eleitorais.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias