Líder comunitário diz que fiscalização do abate clandestino em Brumado é de responsabilidade da Adab

07 Jun 2019 - 07:00h

Durante reunião do Conselho Rural Sustentável de Brumado, o presidente da associação de moradores da região do Rodeador, Agnaldo Ribeiro Novaes, criticou a postura da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) ao afirmar que a culpa pela venda de carne de abate clandestino é do homem do campo. “Quem fiscaliza é a Adab, não somos nós. Se existe falha é por incompetência da Adab e não do agricultor. O agricultor não tem poder de fiscalizar, de multar ou proibir venda de carne ilegal”, afirmou Novaes.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário