Batida frontal entre carreta e van deixa 8 mortos em estrada baiana

20 Jun 2019 - 16:30h

Oito pessoas morreram após um acidente entre uma carreta e uma van, na BA-502, nesta quinta-feira (20), entre as cidades baianas de Feira de Santana e São Gonçalo dos Campos. Segundo o Corpo de Bombeiros, três pessoas que ficaram presas às ferragens tiveram ferimentos graves. Elas foram socorridas por equipes do órgão e do Samu e foram levadas para o Hospital Clériston Andrade, em Feira. Os mortos eram colaboradores de um frigorífico da JBS em São Gonçalo. Em nota, a empresa lamentou o ocorrido e informou que “está solidária e prestando todo apoio às vítimas e familiares”. Um dos feridos que está no Hospital Clériston Andrade é uma mulher de 42 anos, que trabalha há cinco anos no setor de logística da JBS, conforme informação de familiares. De acordo com a assessoria da unidade de saúde, o estado dos sobreviventes é estável e não há previsão de alta. Informações preliminares apontam que a pista estava molhada no momento da batida, por volta das 8h, e que a carreta invadiu a faixa contrária em um trecho considerado perigoso e conhecido como Curva do Jacaré. Os dois veículos bateram de frente e, com o impacto, a van ficou destruída.

O condutor da carreta, segundo um familiar, teve ferimentos graves e foi levado, junto com as outras duas vítimas feridas, para o hospital. O veículo estava carregado de aves. Já o motorista da van, que era de uma empresa terceirizada, está entre os mortos. Por conta do acidente, o trânsito ficou lento na região. De acordo com o G1, após o acidente, o prefeito de São Gonçalo dos Campos, Carlos Germano, publicou uma nota de pesar através das redes sociais. Além disso, gestor municipal decretou luto de três dias e cancelou os festejos juninos do município que seriam realizados entre sexta-feira (21) e domingo (23). Segundo o prefeito Carlos Germano a decisão é em solidariedade aos amigos, conterrâneos e familiares das vítimas do acidente.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias