Prefeita e vice-prefeito de Malhada de Pedras podem ser cassados pela justiça eleitoral

12 Jul 2019 - 07:00h

Está em tramitação na 90ª Zona Eleitoral, em Brumado, uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) contra a prefeita e o vice-prefeito, Terezinha Baleeiro Alves Santos (PP) e Adriano Reis Paca (PSD), respectivamente, da cidade de Malhada de Pedras. Segundo apurou o site Achei Sudoeste, um depoimento registrado no cartório de Caculé e anexado pela professora Luana Rocha Ribeiro foi juntado ao processo, o que fomenta ainda mais a possível cassação dos eleitos no pleito de 2016, em Malhada de Pedras. Luana foi uma das coordenadoras da campanha eleitoral de Terezinha e Adriano. Desde a última sexta-feira (05), o processo já está concluso para a sentença do juiz Genivaldo Alves Guimarães. O Ministério Público Eleitoral (MPE) foi o autor da ação, que investiga os crimes de captação ilícita de sufrágio, abuso de poder econômico e abuso de poder político cometidos pela atual prefeita e vice-prefeito, além do ex-prefeito Valdecir Alves Bezerra (PT), o Ceará, e ex-servidores municipais da cidade. O MPE quer a cassação do diploma de Terezinha e Adriano, além de aplicação de multa e pedido de inelegibilidade.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias