Funcionário finge o próprio sequestro para ficar com R$ 20 mil da empresa

20 Jul 2019 - 08:00h

A Polícia Civil concluiu o inquérito sobre o desaparecimento de um motorista de caminhão de bebidas. A família chegou a registrar o sumiço como um possível sequestro, que, segundo as investigações, foi forjado pela própria suposta vítima. O caso aconteceu em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana, no dia 08 de junho deste ano. Para o delegado Carlos Levergger, o homem identificado como Marinaldo Ribeiro Milhomem, 32 anos, simulou o próprio sequestro para ficar com cerca de R$ 20 mil da empresa para qual trabalhava. “Ele já foi indiciado, teve a prisão preventiva decretada e está foragido”, disse o delegado. Ainda segundo Levergger, nenhum advogado procurou a delegacia para representar o foragido. O G1 não conseguiu saber se o suspeito já possui defesa. “O plano dele não deu certo, resultou na decretação da prisão preventiva da pseuda vítima. Ele simulou e os parentes compareceram na delegacia informando o sequestro, ou infelizmente uma denúncia de roubo com resultado morte”, informou delegado.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias