O último sábado de 2013 foi solidário em Brumado

30 Dez 2013 - 18:10h

Após receberem doações de alimentos, a Loja Maçônica Aliança Sertaneja distribuiu no último sábado (28) as mercadorias arrecadadas. O site Brumado Notícias acompanhou as entregas, que foram realizadas no Centro Terapêutico Metanóia (CTM) e no Albergue São Sebastião. O CTM abriga dependentes químicos que buscam ajuda para abandonar o vício das drogas. O local é mantido por uma igreja evangélica e por doações de particulares. Todos os internos fizeram questão de agradecer pessoalmente ao gesto de atenção, o que emocionou o monitor Erivaldo Pereira da Silva. “Entrei aqui num estado deplorável, pois já tinha perdido tudo de melhor que tinha na vida: esposa, família, amigos e minha dignidade, mas hoje, após convivência neste local, estou recuperando minha vida. Peço a todos para não nos abandonarem, pois nossa luta é diária e contra essa nossa fraqueza que é a dependência química. Uma ajuda como essa é sempre bem-vinda, é mais do que o alimento da carne, é a força que recebemos de fora para vencermos as fraquezas de dentro. Muito obrigado a todos”, agradeceu Erivaldo. 

Após dois meses se recuperando no CTM, Wallas Pereira, jovem que chorou na delegacia pedindo para ficar preso por conta do vício, retornou ao local, mas dessa vez para ajudar aos que continuam em tratamento. “Cheguei no fundo do poço e pedi ajuda. Digo a qualquer um que não espere chegar onde eu cheguei para pedir ajuda. Não tenha vergonha de ser ajudado, e não se entregue. Vamos nos dar as mãos e lutar contra nós mesmos”, disse Wallas, que está em busca de um emprego. 

Quem também acompanhou a entrega das doações foi Weverton Teixeira, que viveu anos na dependência química e hoje, recuperado e de volta ao convívio social, levou sua doação aos internos, o livro Só Por Hoje, que apresenta mensagens diárias aos dependentes. “Nossa luta é um dia de cada vez. Torço para que eles possam dar a volta por cima para saírem do centro recuperados e prontos para vencerem aqui fora, com a ajuda da família. Sempre digo que a família é indispensável nessa batalha, pois quando nem eu acreditava mais em mim, eles me pegaram no colo e me levaram adiante”, contou Weverton. Já Elias Salomão, membro da Loja Aliança Sertaneja, declarou que as doações representam o espírito de partilha da população. “Somos apenas os intermediadores para entrega dos alimentos. Tudo isso aqui é fruto da consciência da população, que fez as doações solicitadas por nós. Nos orgulhamos de termos uma sociedade solidária pronta para estender a mão a quem necessita”, concluiu Salomão.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias