CDL e sociedade civil organizada vão debater impactos da zona azul em Brumado

21 Ago 2019 - 00:00h

A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Brumado e diversos representantes da sociedade civil organizada irão se reunir nesta quarta-feira (21), às 19h30, na sede da OAB, a fim de debater os impactos da zona azul no comércio e para a população em geral. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, o presidente da entidade, Manoel Messias, informou que, não só o comércio, que teve o seu movimento diminuído, mas a população, com a possibilidade de demissões, está sendo afetada pela implantação da área azul no município. “Enxergamos a zona azul como uma maneira de ajudar a organizar a circulação no comércio, mas a forma como a área foi implantada ocasionou uma série de transtornos. Estamos preocupados”, afirmou. Para Messias, o sistema de estacionado rotativo precisa ser alinhado às necessidades dos comerciantes e da comunidade para que o trânsito de veículos, de pedestres e de consumidores volte a sua normalidade. “Acredito que, se tudo for normalizado, vai funcionar como funciona hoje nas outras cidades e, realmente, o consumidor ganhará com isso”, avaliou.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

mais notícias