IPEA informa que oito defensores deveriam estar atuando em Brumado

11 Abr 2014 - 09:00h

A Bahia é o terceiro pior estado em déficit de defensores públicos no Brasil. A informação foi divulgada pela Defensoria Pública da Bahia. Para se ter uma ideia do quadro, dos 417 municípios da Bahia, apenas 22 tem defensor público. A situação é ainda pior quando se trata da população carente, haja vista que 90% dela não possui assistência jurídica integral e gratuita, conforme estabelece a legislação. Em Brumado, há mais de um ano a unidade da Defensoria Pública deixou de funcionar. O órgão também atendia aos municípios de Aracatu e Malhada de Pedras. Segundo dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), para uma cidade do porte de Brumado o ideal seria a contratação de oito defensores.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário