Achei Sudoeste




Brumado: Estacionamento após semáforo é visto como complicador na Avenida Centenário

23 Fev 2018 - 12:00h

O atropelamento de um idoso ocorrido na manhã da última quarta-feira (21), na Avenida Centenário, em Brumado, além de alertar para os riscos da travessia fora da faixa de pedestres, também acendeu uma nova discussão quanto aos veículos que ficam estacionados logo após o semáforo. São vans de lotação, ônibus rurais e caminhões que descarregam mercadorias nas casas comerciais e que acabam diminuindo o espaço de passagem dos veículos em movimento. Durante a cobertura do acidente, o site Achei Sudoeste ouviu alguns condutores que transitavam pelas imediações e a maioria cobrou a proibição do referido estacionamento. “Logo após o semáforo eu acho muito inapropriado esse estacionamento, principalmente quando tem caminhões entregando mercadorias, aí o trânsito fica ainda mais lento e tenso naquele pequeno percurso”, comentou o ambulante Antônio Silva. “Na verdade, fica apenas um beco pra gente passar e, muitas vezes, vem um motorista de van e para no meio da via para pegar um passageiro que sai correndo da calçada pra rua. Já freei bruscamente algumas vezes para evitar atropelar crianças, que na pressa dos pais correm para entrar na lotação ou nos ônibus rurais”, relatou o auxiliar de serviços gerais Rogério Emerson. “Aqui nós temos que praticar, obrigatoriamente, a direção defensiva para nós e para os outros. É um espaço curto, mas ao mesmo tempo entre os mais problemáticos de Brumado”, analisou o músico Renan de Jesus. “É nisso que eu gostaria de ver uma verdadeira atuação da Superintendência Municipal de Trânsito e Transportes para solucionar ou ao menos amenizar essa problemática que afeta a nossa mobilidade aqui na região do mercado. Penso que fizeram errado em instalar os segregadores de pista e terem permitido a continuidade desse estacionamento”, opinou o pedreiro Florisvaldo Alves.