Achei Sudoeste




Prefeito assina termo de adesão de Brumado ao programa cidade empreendedora

29 Jun 2018 - 15:00h

O prefeito de Brumado confirmou o interesse em incluir Brumado no programa Cidade Empreendedora através da assinatura do termo de adesão, no paço municipal. Além de Brumado, outras 39 cidades baianas podem implantar o programa em seus domicílios. O Cidades Empreendedoras configura-se como um macro programa de desenvolvimento, no qual os projetos e ações da unidade de ambiente de negócios, assim como produtos e projetos de outras áreas sinérgicas do Sebrae, são desenvolvidos de forma colaborativa e sistematizada. O escopo de atuação do programa é baseado em uma estratégia de convergência de esforços e recursos, fortemente pautada na governança local, por meio da implementação de comitês gestores e núcleos de execução que determinam diretrizes e operacionalizam ações para concretizar os objetivos esperados. O background do programa está embutido na concepção de um Plano Municipal de Desenvolvimento dos Pequenos Negócios (PMD), no qual se abriga um conjunto de ações direcionadas ao fortalecimento do ambiente de negócios para as micro e pequenas empresas e os microempreendedores individuais. O contexto de inserção do programa situa-se em um momento Pós Lei Geral, onde temas prioritários para os pequenos negócios, como compras públicas e simplificação, por exemplo, precisam ser exponenciados e agregados a novas temáticas de desenvolvimento. Assim, o desafio de implementação do programa Cidades Empreendedoras não se limita a simplesmente oferecer benefícios de tratamento diferenciado para os pequenos negócios, mas suplantar uma agenda pública de desenvolvimento dos municípios, no sentido de fazer com que os gestores municipais e a comunidade empresarial organizada passem a estruturar programas e projetos cada vez mais voltados para o fortalecimento da macroambiência de negócios. O objetivo principal é engajar a gestão pública e lideranças locais na melhoria do ambiente empresarial e na promoção de políticas públicas para os pequenos negócios, contribuindo para o desenvolvimento econômico viabilizando a inserção dos pequenos negócios na agenda municipal; aprimorando o ambiente legal para os pequenos negócios; ampliando a participação dos pequenos negócios nas compras do governo; simplificando os trâmites de abertura, alteração e baixa de empresas; fortalecendo a figura dos atores de desenvolvimento; desenvolvendo lideranças empreendedoras locais; qualificando a atuação das salas do empreendedor; fortalecendo o ambiente de negócios para o MEI; apoiando o ingresso da agricultura familiar na merenda escolar e ampliando o acesso à educação empreendedora. A assinatura de adesão por parte do prefeito foi a primeira de 08 etapas que o município terá de cumprir junto ao Sebrae para que seja concluído o processo geral de inclusão ao programa.