Achei Sudoeste




Brumado: Presidente interino diz que vereador quer censurar o papel da Aucib e calar a voz dos auditores

07 Ago 2018 - 14:00h

Durante a última sessão legislativa, o vereador José da Silva Santos (Sem Partido), o Santinho, convocou os demais vereadores a processarem o Presidente Interino da Auditoria Pública Cidadã da Bahia (Aucib), Paulo Esdras, após o mesmo declarar que a instituição foi criada para cobrir a omissão dos parlamentares diante da fiscalização das ações do poder público. Em nota enviada ao site Achei Sudoeste, Esdras disse que o vereador quer censurar a instituição e calar a voz dos auditores que compõem a Aucib. O presidente interino ainda negou que tenha denunciado o parlamentar por improbidade administrativa. “O que houve foi a divulgação da notícia do processo contra o parlamentar que estava publicada no próprio site do Ministério Público Estadual”, completou. Para Esdras, a irritação do vereador contra a sua pessoa se deve ao rancor por conta da publicação da denúncia e ao fato da Aucib fiscalizar e denunciar crimes contra o erário público. “Quando disse que a Aucib nasceu devido aos vereadores não cumprirem o seu papel constitucional de fiscalizadores, não estava se referindo especificamente aos vereadores de Brumado, mas parece que falta interpretação ou consciência tranquila por parte do vereador citado”, declarou. Por fim, sobre o parlamentar insinuar que as denúncias da auditoria são infundadas, o presidente disse que a Aucib tomará as medidas legais para enviar ao vereador as documentações comprobatórias já encaminhadas ao Ministério Público Federal (MPF).