Achei Sudoeste




Brumado: Acusado de matar Neander Amaral é condenado a 15 anos de reclusão

10 Out 2018 - 14:00h

O réu Lucas Benevides Fonseca Oliveira, pronunciado por homicídio qualificado por motivo fútil e recurso que dificultou ou tornou impossível a defesa da vítima, foi condenado pelo juiz Genivaldo Alves Guimarães a 15 anos de reclusão. De acordo com a denúncia, na madrugada de 16 de setembro de 2016, por volta de 2h, Lucas se desentendeu com a vítima, Neander Carlos do Amaral Silva, em um bar na Av. Centenário, em Brumado. No local, Neander teria flertado com a sua namorada e, durante uma briga, o réu sacou uma pistola que estava na cintura e atirou em Neander. Este tentou se esconder atrás de uma porta, mas foi novamente alvejado e morto. Ao primeiro, segundo e terceiro quesitos os jurados responderam afirmativamente, reconhecendo a materialidade, o nexo causal e a  autoria. Ao quarto e quinto quesitos responderam negativamente, afastando as teses defensivas. Ao sexto e sétimo responderam afirmativamente, reconhecendo as qualificadoras relativas ao motivo fútil e ao recurso que dificultou ou tornou impossível a defesa da vítima.