Achei Sudoeste




Exercícios são tão eficientes quanto medicação para tratar pressão alta

14 Mar 2019 - 17:00h

O exercício físico pode ser tão eficiente quanto o uso de medicações para reduzir tanto a pressão sanguínea quanto o nível de gordura corporal. É o que sugerem duas revisões de estudos publicadas recentemente. A primeira revisão, publicada recentemente no British Journal of Sports Medicine, descobriu que a pressão arterial normal (encontrada em pessoas saudáveis) era mais baixa quando utilizava-se medicação. No entanto, para indivíduos que apresentavam hipertensão arterial, os exercícios pareciam ser tão eficientes quanto os remédios, que incluem betabloqueadores e diuréticos. Para chegar a esta conclusão, os pesquisadores da Universidade Stanford, nos Estados Unidos, revisaram 391 ensaios clínicos que envolviam cerca de 50 000 participantes. Nessa revisão, os estudos que investigavam apenas medicação (194) foram comparados aos que examinavam somente exercícios (197) foram comparados. O foco principal do estudo foi a pressão arterial sistólica (número mais alto), uma vez que a alteração pode causar efeitos físicos devastadores, incluindo o aumento do risco de doenças cardíacas, Alzheimer e morte prematura.