Achei Sudoeste




Brumado: Sem autonomia, bancada do prefeito na câmara tem aprovado projetos no escuro, diz vereador

15 Abr 2019 - 11:00h

O projeto de lei que visa a criação da Agência Reguladora dos Serviços Públicos de Água e Esgotamento do Município de Brumado (Agerb) passou pela primeira votação na Câmara de Vereadores. Apenas os vereadores José Ribeiro Neves (PT) e Edmilson Aguiar (PV), o Lek Cabeleireiro, votaram contra a proposta do executivo municipal. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, o vereador Edmilson Aguiar justificou que a empresa pode se transformar em um cabide de empregos, tendo em vista que, de acordo com o projeto, o poder público indicaria os funcionários da agência. “Me posicionei contra por esse motivo. Não sou contra a fiscalização, que a gente sabe que é necessária, mas que não seja indicação dele [do prefeito]”, frisou. Para o parlamentar, a bancada do prefeito no legislativo tem votado muitos projetos às escuras, sem se debruçar sobre a proposta. “Claro que se for benéfico para o povo, vamos aprovar, e o que não for vamos ter humildade pra votar contra. A gente está aqui para representar o povo. Não estamos aqui para fazer tudo o que o executivo quer. Nem sempre é tudo benéfico”, avaliou, acrescentando que está faltando autonomia para a bancada do gestor na câmara.