Achei Sudoeste




SDD: João Bonfim e Aguiberto divergem sobre liderança de Léo Vasconcelos

25 Out 2013 - 14:01h

A ida do prefeito Aguiberto Lima Dias para o Solidariedade (SDD) foi o assunto mais comentado nos bastidores da política brumadense durante a semana, principalmente após o anúncio de que o ex-vereador e principal opositor do gestor, Leonardo Vasconcelos, de comandar a sigla no município. Aguiberto chegou a anunciar que assumiria a presidência da comissão provisória. No entanto, nesta semana, Vasconcelos fez questão de apresentar a documentação do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) comprovando a sua nomeação como presidente da comissão provisória do SDD. Em entrevista ao site Brumado Notícias, o deputado estadual João Bonfim (PDT) declarou que o prefeito se filiou ao Solidariedade com o objetivo de fazer a sigla crescer na região e com o intuito de ganhar mais projeção diante da executiva estadual do partido. “Particularmente, vejo que Aguiberto foi com o objetivo de crescer o SDD em Brumado e na região. A filiação dele realmente promove o crescimento do partido, pois Aguiberto é o prefeito da cidade que tem a 28ª maior população do estado da Bahia. Ele sendo ou não presidente do diretório, será a estrela do SDD em Brumado e suponho que até no estado. Não sei se há outro prefeito da importância de Aguiberto na sigla, no estado”, reforçou o deputado. Bonfim afirmou ainda que a liderança de Léo Vasconcelos é provisória e que o deputado federal Arthur Maia (SDD), teoricamente líder da sigla na região, irá pensar grande. “Em uma comissão provisória não há nada definitivo. Ser temporariamente presidente não tem muita importância dentro do projeto político do prefeito Aguiberto; ele só tem que trabalhar para fortalecer a sigla ganhando maior representativa na executiva estadual. Arthur Maia é um deputado de visão, que pensa grande, e é meu parceiro em vários municípios aqui na região de Brumado. Penso que ele terá a visão de ampliar seus horizontes no município. Tudo que pudermos construir juntos será benéfico para Brumado, para o Arthur Maia e para o projeto do prefeito”, reiterou o deputado. 

Enquanto Bonfim preferiu ser diplomático, o prefeito Aguiberto foi direto ao ponto, disparando que não aceita a liderança de seu adversário político. “Eu não posso participar de um partido onde o cabeça milita politicamente contra a gente, fazendo o que não deveria fazer”, asseverou. O prefeito disse ainda que confia nas palavras do presidente da executiva estadual, Marcos Medrado, que teria garantido a ele a presidência da sigla no município. “Fui a Salvador, me encontrei com Marcos Medrado e ele me garantiu a liderança da sigla no município. Vou procurá-lo novamente, pois foi um compromisso assumido entre nós, e tenho certeza absoluta de que Medrado irá cumprir, assim como eu cumpri o meu”, concluiu Dias.