Achei Sudoeste




Érico Cardoso: Mãe doa medula óssea para salvar a vida do filho de 10 anos

06 Set 2018 - 14:00h

Em 2011, Joaquim Espiridião Almeida Rodrigues, de 10 anos, foi diagnosticado com Leucemia Linfóide Aguda e que seria necessário um transplante de medula óssea para salvar a sua vida. Naturais de Érico Cardoso, a 144 km de Brumado, os pais da criança, Katiele Amaral e Samuel Oliveira iniciaram nas redes sociais a campanha “Todos por uma medula” para encontrar um doador compatível. De acordo com o Livramento Manchete, os pais de Joaquim também recorreram ao banco de dados do Registro Nacional de Medula Óssea (Redome). Enquanto a campanha era realizada, o garotinho passava por várias sessões de quimioterapia e internações. Dado a urgência do caso, os médicos realizaram vários procedimentos e constataram que o paciente poderia ter como doadora a própria mãe.

O transplante foi realizado nesta quarta-feira (05), no “Hospital do Amor”, antes conhecido como “Hospital do Câncer de Barretos”. Para saber se a medula realmente pegou, é necessário esperar o prazo máximo de 28 dias, porém a cirurgia foi bem sucedida e o paciente tem se recuperado bem. Os familiares agradecem a solidariedade de todos e pedem que continuem orando pela recuperação do menino.