Achei Sudoeste




Acompanhando índice nacional, Brumado registra grande número de violência contra mulheres

28 Fev 2019 - 12:00h

A violência contra mulheres cresceu em todo território nacional e, em Brumado, não é diferente. Ao Achei Sudoeste, a coordenadora do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) Chico Xavier, Janine Caldeira, disse que os índices na cidade também cresceram bastante. “No ano passado, a gente chegou a atender 31 casos de mulheres vítimas de violência doméstica. As pessoas podem pensar que é pouco, mas para uma cidade do tamanho de Brumado não é não”, relatou. Além disso, ela frisou que o número está abaixo da realidade, tendo em vista que muitas ocorrências não são denunciadas, as chamadas subnotificações. Caldeira afirmou que, nesses casos, a mulher não denuncia por medo e pela dependência financeira. Em caso de denúncia, como em Brumado não existe uma casa de acolhimento, a mulher que corre risco iminente de morte é assistida pelo Creas. Segundo Caldeira, a equipe do centro entra em contato com uma casa de acolhimento em Salvador a fim de fazer o encaminhamento da vítima e de sua família. “Isso tudo é muito rápido, a mulher não pode nem regressar pra casa”, afirmou. Para denunciar casos de violência doméstica, o Creas disponibiliza o número (77) 99958-5535 (whastapp).