Achei Sudoeste




'Não saímos de Ubiraçaba para bater perna em Brumado, vamos porque é necessário', rebate morador do distrito

02 Jun 2020 - 09:00h

Um motorista de transporte de passageiros da região de Ubiraçaba pediu a paralisação da atividade após um colega de profissão ser flagrado exercendo a função, mesmo contaminado pelo coronavírus (veja aqui). O apelo repercutiu negativamente na região do distrito rural. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, o morador Emanoel Fernandes declarou que o motorista em questão desrespeitou os moradores de Ubiraçaba ao dizer que os mesmos estariam se deslocando até a sede do município para “bater perna”. “Os moradores da zona rural, em especial de Ubiraçaba, vão pra cidade para fazer coisas muito necessárias. Não saem daqui pra bater perna não, vai porque é preciso. Você acha que o pessoal da zona rural vai deixar os seus afazeres, pagar passagem, pra ir pra Brumado só bater perna?”, argumentou. Fernandes ainda salientou que todos que se deslocam de Ubiraçaba para a cidade usam a máscara protetiva, bem como fazem a higienização das mãos com álcool gel. “Foi uma colocação infeliz. As pessoas aqui do distrito não gostaram. Vamos falar a realidade. Ubiraçaba, graças a Deus, não tem casos e as pessoas estão devidamente se protegendo”.