Achei Sudoeste




Malhada de Pedras: MP investiga contratação irregular de médicos na gestão de Ceará

07 Abr 2021 - 09:00h

O Ministério Público Estadual (MPE) abriu inquérito para investigar a suspeita de superfaturamento em contratos de médicos na cidade de Malhada de Pedras, a 39 km de Brumado. As contratações irregulares teriam ocorrido entre os anos de 2013 e 2016. Na época, a prefeitura dispensou a licitação para contratar os profissionais. Cada médico ganharia R$ 19,2 mil mensais. O valor, bastante expressivo, é maior do que o teto municipal recebido pelo prefeito à época, Valdecir Alves Bezerra (PT), o Ceará, de R$ 10 mil. Em publicação nesta terça-feira (06), o promotor Millen Castro explicou que o inquérito foi aberto com vistas ao esclarecimento de algumas questões. “Como a documentação é extensa, os valores dos pagamentos variam e não restou claro se tais atos teriam causado, além de violação aos princípios administrativos, prejuízo ao erário, ou se houve prestação de serviço que os justificasse”, justificou.