Achei Sudoeste




Covid-19: 140 empresas fecharam as portas em Guanambi durante a pandemia

07 Abr 2021 - 12:00h

Desde o início da pandemia, em março de 2020, 140 empresas deixaram de funcionar na cidade de Guanambi a 141 km de Brumado. É o que aponta um levantamento realizado pela Junta Comercial do Estado da Bahia (Juceb). Em média, estima-se que, em cada mês, cerca de 13 empresas faliram. Apesar do dado, o número de contratações foi maior do que o número de demissões no mesmo período. Segundo a Juceb, no total, 2.531 trabalhadores foram empregados, enquanto 2.383 foram dispensados, o que equivale a um saldo positivo de 148. O maior número de demissões ocorreu logo no início da pandemia: foram 227. No entanto, neste ano de 2021, 400 vagas de emprego foram ofertadas na cidade, de acordo com informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).