Achei Sudoeste




Brumado: Com taxa elevada de esgoto, moradores do São Jorge são contrários ao imposto do lixo

21 Jul 2021 - 08:00h

A prefeitura de Brumado já encaminhou para Câmara de Vereadores um projeto para criação da taxa da coleta de lixo (veja aqui). A proposta de implementação foi estabelecida pelo Governo Federal como obrigatória. No Bairro São Jorge, os moradores foram enfáticos em reprovar o projeto. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, a moradora Vera Amorim disse que a cobrança é um absurdo, visto que, no local, os residentes já pagam altas taxas de esgoto. “A coleta de lixo não é feita diretamente nas nossas portas. A gente tem que atravessar a rua pra colocar o lixo na esquina. Aqui nos fundos tem o lixão do Bairro São João”, relatou. A moradora Núbia Araújo também endossou as críticas, afirmando que o momento é de dificuldades, com altas na gasolina, na energia e no gás. “Vivemos um momento difícil. A gente já paga caro na taxa de esgoto daqui e ainda ter que pagar a taxa de lixo? Não tem possibilidade”, declarou. Daiane Santo resumiu a situação como complicada. “Ainda vamos pagar pela coleta de lixo? A gente atravessa a rodovia pra colocar o lixo na esquina. É um absurdo mais um imposto em nossa renda. Pagamos as contas com muita dificuldade”, reiterou. Os moradores pediram misericórdia com o povo diante da atual crise vivida em todo país.