Achei Sudoeste




'Embasa sangra e leva dinheiro de Brumado para ponte Salvador/Itaparica', diz prefeito

13 Out 2021 - 12:00h

Em sua tradicional live semanal nas redes sociais, o prefeito Eduardo Lima Vasconcelos (PSB) voltou a dizer que o Município de Brumado não tem interesse de renovar o contrato de concessão com a Embasa. O gestor salientou que um documento formal com o título “Carta de alforria” foi encaminhado à empresa em 2016, 1 ano antes do referido termo contratual se encerrar, manifestando as intenções do Município de não renovar a concessão. “Vamos ficar livres dos absurdos e atrocidades que a Embasa faz em Brumado. Chamei de carta de alforria”, pontuou. Na live, Vasconcelos explicou ainda que a empresa quer esticar o contrato partindo da premissa de que Brumado deve algo a eles. “Não devemos nada. A Embasa está aqui há meio século, sempre comeu o filé mignon e deixou os ossos para a municipalidade roer. Nós é que coletamos o esgoto de forma precária e jogamos no Rio do Antônio, poluindo o rio, sem poder sequer cobrar por esse serviço”, afirmou. Segundo o prefeito, a Embasa deixou todo ônus para o Município, levando o dinheiro para outros empreendimentos, tal como a ponte de Itaparica, em Salvador. “Todo dinheiro sangrando do povo de Brumado e levando para Salvador. É um absurdo. Sou contemporâneo de muitas atrocidades que a Embasa fez em Brumado”, criticou.