Achei Sudoeste




Natal: Bebê com suspeita de H1N1 respira com ajuda de pote de margarina

01 Abr 2016 - 08:30h

Um bebê com menos de 1 mês de vida deu entrada na UPA da Cidade da Esperança, na Zona Oeste de Natal, com suspeita de ter contraído a gripe H1N1. Sem estrutura suficiente para atender a criança, a equipe médica improvisou com um balde de margarina, usado como uma espécie de capacete no lugar onde deveria estar um CPAP, equipamento comumente empregado para tratar distúrbios respiratórios. De acordo com o G1, a médica que fez o atendimento preferiu não se identificar, mas explicou que o recém-nascido precisava ficar internado em uma UTI. Sem vaga em nenhuma unidade, ela resolveu isolar o bebê em uma sala da pediatria para evitar o contato com outros pacientes.  Agora, o bebê está entubado na UPA em ventilação mecânica. O secretário municipal de saúde informou que não houve irregularidade na medida tomada pela equipe médica, apesar de não ser o recomendado.