Achei Sudoeste




Ação conjunta entre a polícia, MP e Justiça reduz homicídios em Itapetinga

29 Nov 2016 - 16:30h

A queda nos casos de homicídios na cidade de Itapetinga, no sudoeste baiano, é resultado das atuações sincronizadas das Polícias Militar, Civil e Técnica, com o acompanhamento do Ministério Público (MP) e aval da Justiça. Entre janeiro e novembro deste ano (até o dia 28) foram registrados 12 casos, enquanto no mesmo período de 2015 ocorreram 24. Entre os dias 28 de outubro e 28 de novembro, nenhuma morte violenta foi registrada, completando um mês sem registro da prática criminosa. A responsável pela 21ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Itapetinga), Rosilene Moreira, disse que a transferência dos traficantes de drogas e homicidas custodiados na cidade para os presídios de Jequié e Serrinha também foram fundamentais para o alcance do resultado. Em outubro, os policiais da região ganharam um prêmio por Desempenho Policial pela redução dos Crimes Violentos Letais Intencionais na comparação do primeiro semestre de 2016 com o do ano anterior. O comandante da 8ª Companhia Independente da Polícia Militar (Itapetinga), Major Edmário Araújo, destacou como ações que colaboraram para os bons números os patrulhamentos ostensivos nos locais com maior incidência de crimes.