Achei Sudoeste




TCM rejeita contas da Câmara de Itabuna que é presidida pelo brumadense Aldenes Meira

05 Dez 2016 - 09:00h

Em sessão realizada na última quarta-feira (1º), o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) rejeitou as contas do presidente da Câmara de Vereadores de Itabuna, o brumadense Aldenes Meira Santos (PCdoB), relativas ao exercício financeiro de 2015. Segundo o órgão, as contas foram reprovadas principalmente em função de despesas irrazoáveis e ilegalidades em processos licitatórios. O gestor foi multado em R$ 4 mil pelas irregularidades contidas no relatório técnico. Foram gastos exorbitantes R$ 425.250,00 com a elaboração e realização de concurso; R$ 407.046,39 com publicidade; R$ 208.000,00 com assessoria de contabilidade; R$ 88.000,00 com sistema de gestão arquivista digital; R$ 72.616,40 com serviço de Buffet; R$ 62.400,00 com serviço de informática; R$ 56.320,00 com manutenção das impressoras; e R$ 28.930,00 com serviços de cópia. Também foram registrados questionamentos sobre diversos procedimentos licitatórios, no valor total de R$ 668.920,70, de inexigibilidade, no total de R$ 39.000,00, e de dispensa, na quantia de R$ 36.000,00. Ainda cabe recurso da decisão.