Achei Sudoeste




Brumado: Presidente Estadual do PSL 'metralha' Aguiberto e diz que torce pela sua cassação

21 Out 2013 - 22:30h

O presidente do Partido Social Liberal (PSL) da Bahia, Toninho Olívio, demonstrou profunda insatisfação com o pedido de desfiliação do prefeito de Brumado, Aguiberto Lima Dias, do partido. Aguiberto deve se filiar nos próximos dias ao Partido da Solidariedade (SDD) ou ao Partido Republicano da Ordem Social (PROS). Em contato telefônico com o site Brumado Notícias na noite desta segunda-feira (21), Toninho não poupou criticas ao chefe do executivo da capital do minério e disse que “a porta de saída é serventia da casa”. “Apenas fico chateado porque quando ele entrou no partido foi pela porta da frente e agora está saindo pela porta dos fundos, sem conversar comigo”, disse. Olívio ainda acusou o prefeito municipal de usar o nome do governador Jaques Wagner (PT) sem a devida autorização ao afirmar que o petista solicitou a sua ida para outro partido. Toninho chamou Aguiberto de mentiroso por tais declarações. “Ele usou o nome do governador em vão dizendo que Wagner pediu isso a ele. É mentira! Ele está faltando com a verdade, pois o governador não se envolve com essas questões de partido”, reiterou. O presidente estadual da sigla disse em seguida que não aceita mais o retorno do gestor ao PSL. “Ele já pediu para se desfiliar e se desfiliou. É um direito que assiste a ele, mas eu também tenho o direito de correr atrás das coisas que acho justas. O partido não vai pedir o mandato dele, mas o Ministério Público eu sei que vai. Vou comunicar ao Diretório de Brumado a minha decisão. O partido da cidade vai dar o ok quanto à desfiliação dele”, garantiu Toninho, que ainda fez mais acusações e assegurou que o prefeito brumadense não honra seus compromissos, pois estaria devendo ao partido. Olívio encerrou a entrevista dizendo que torce pela cassação de Aguiberto. “Espero que ele caia. Vamos estar aqui de cima dando risada dele”, alfinetou.