Achei Sudoeste




Polícia Civil pede prisão de ex-prefeito após ameaçar atual gestor em Jussiape

04 Nov 2020 - 15:00h

Na tarde do último sábado (31), o prefeito e candidato à reeleição em Jussiape, Eder Jackes Souza Aguiar (MDB), compareceu à Delegacia Territorial de Livramento de Nossa Senhora para relatar que foi ameaçado de morte por Vagner Neves Freitas (PTB), correligionário político da oposição. Vagner seria um conhecido traficante de drogas na região. Segundo informou a polícia civil ao site Achei Sudoeste, Vagner tem contrariado as regras de distanciamento e não aglomeração em razão da Covid-19, o novo coronavírus, promovendo festas e pagando trios elétricos para o povo, tudo a custo próprio, financiando a compra de votos com dinheiro produto de crime. Quando prefeito de Jussiape, Freitas teve o mandado cassado pela Câmara de Vereadores, em razão de ter sido preso em flagrante delito por tráfico de drogas no Mato Grosso, com um grande carregamento de cocaína. Consta que Neves é traficante de drogas, ligado à facção criminosa denominada de Primeiro Comando da Capital (PCC), indivíduo de altíssima periculosidade, mandante do triplo homicídio que vitimou, no ano de 2012 o então prefeito de Jussiape, Procópio Alencar, a primeira-dama do município, Jandira Oliveira Alencar, e o gerente local da Embasa, Ordelange Novaes, fato amplamente divulgado pela mídia na época. Ao tomar conhecimento das graves ameaças, o delegado Antônio Cláudio Pereira Oliveira representou pela prisão de Vagner Neves, por ser indivíduo contumaz na prática de delitos contra a vida e tráfico de drogas.