Achei Sudoeste




Instituto Brasil: Delatora de irregularidade em ONG afirma que pode comprovar denúncias

24 Set 2014 - 10:00h

Após os petistas terem acusado Dalva Sele Paiva, principal delatora de um suposto esquema de desvio público, de não ter provas documentais para atestar as denúncias, ela disse que pode comprovar tudo que disse à revista Veja. A presidente da ONG Instituto Brasil declarou que está sendo perseguida por militantes petistas e negou que tenha sido comprada pela oposição. Segundo a própria, ela está em Barcelona e só voltará ao país assim que tiverem asseguradas a sua segurança e integridade física. Paiva voltou a confirmar a presença do candidato ao governo do estado, Rui Costa (PT), no esquema de desvio de dinheiro. “Rui Costa nunca constou na folha de pagamento, mas recebeu algumas vezes”, disse. As informações são do Jornal Correio.